Campo Grande •21 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Da redação | Domingo, 16 de Julho de 2017 - 08h115ª Feira deve movimentar R$ 13,5 milhõesExpectativa é atrair lojistas de todos municípios de MS

Fabricantes e lojistas de calçados tem oportunidade de negócio
Fabricantes e lojistas de calçados tem oportunidade de negócio (Foto: Divulgação Fiems)

A 5ª Feicc-MS (Feira de Calçados, Couros e Acessórios de Mato Grosso do Sul), que começou neste domingo (16/07) e prossegue até quarta-feira (19/07), sempre das 9 às 19 horas, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS), espera movimentar R$ 13,5 milhões nos quatro dias do evento. A projeção otimista foi reforçada pelo bom início da Feira, que atraiu centenas de lojistas da Capital e de várias cidades do interior do Estado.

Segundo o presidente do Sindical/MS (Sindicato das Indústrias de Calçados de Mato Grosso do Sul), João Batista de Camargo Filho, por ser um evento voltado exclusivamente para os lojistas de calçados, couros e acessórios de Mato Grosso do Sul, o bom movimento deste domingo nos surpreendeu. “Esse primeiro dia está muito bom de público e os lojistas estão aproveitando para tirar os pedidos da coleção primavera-verão. Muitos lojistas compareceram à Feira, principalmente, das cidades do interior, sinalizando que será uma boa edição e conseguiremos atingir a meta de R$ 13,5 milhões”, comemorou.

Ele também credita o bom número de lojistas ao espaço destinado para a Feicc-MS, que já é conhecido pelos empresários de todo o Estado e, além de ser bem mais amplo e agradável, tem toda a infraestrutura necessária para receber os lojistas visitantes, bem como os expositores”. “A nossa expectativa é de receber 400 lojistas de todo o Estado e mais de mil pessoas circulando no local durante os quatro dias da Feira de Calçados. O evento também vai contribuir com a divulgação das indústrias já instaladas no Estado e das que estão presentes na Feira, demonstrando todo o potencial da economia sul-mato-grossense”, pontuou.

Neste ano, a Feicc tem 64 expositores apresentando e comercializando as novidades e tendências da moda calçadista, bolsas e acessórios de couro. “Temos grandes oportunidades para os lojistas, pois, fazendo seus pedidos na 5ª Feicc, obterão descontos e prazos de pagamentos diferenciados que só conseguirão nos quatro dias da Feira. Além disso, as novas tecnologias e avanços na produção que serão aplicados nos produtos em 2018 serão apresentados no evento”, afirmou João Batista de Camargo.

Na avaliação do representante da Klin e Pampili no Estado, José Paschoal Fedel, a presença maciça dos lojistas na Feira em pleno domingo foi surpreendente. “Esse primeiro dia está nos animando e só faz aumentar a expectativa de que teremos a melhor edição da Feicc. Neste ano, além de um espaço adequado, os expositores trouxeram produtos que devem ter boa aceitação dos lojistas, com certeza, vamos fazer bons negócios”, garantiu.

O representante comercial do Grupo Beira Rio, Jorge Ishi, destacou que a Feira oferece mais facilidade para o lojista e tem maior alcance de produtos. “A regionalização das feiras é uma tendência. As vendas devem triplicar do que vendemos geralmente na semana. Esperamos vender pelo menos 15 mil pares”, afirmou, completando que a expectativa também é de que seja a melhor edição da Feicc graças ao movimento registrado logo no primeiro dia.

O lojista Marco Arthur Fabricci, proprietário da Naviraí Calçados, Sapataria Central e Tati Calçados, todas na cidade de Naviraí (MS), destaca que neste ano o espaço está muito melhor que o das edições anteriores, facilitando a circulação pelos estandes. “Esse tipo de feira economiza o tempo dos lojistas, pois encontramos todas as marcas concentradas em um único lugar, dá para fazer boas negócios”, projetou.

 

Veja Também
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 17h38Sucessão familiar na Agropecuária Mais de 260 pessoas participam do Encontro Jovens do setor rural
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 15h23MS teve pior ano para fechamento de empresas Quase 3.000 empresas encerraram suas atividades em 2017
Gás de cozinha mais barato
Colheita da soja começa em fevereiro
Congresso Brasileiro de Olericultura será em Bonito
Preço do gás de cozinha cai 5% nas refinarias a partir de sexta-feira
Inflação do aluguel acumula queda de 0,34% em 12 meses
Sétimo lote do abono salarial 2016 começa a ser pago hoje
Tarifa de energia deve permanecer na bandeira verde até março, diz ministro
Sicredi União MS/TO chega aos 30 anos e lança marca comemorativa
Square notícia uci
Vídeos
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento