Menu
19 de outubro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner CCR-MS Via
Economia

Black Friday vai crescer 15% em 2018, segundo empresa

Cerca de 80% dos brasileiros pretendem comprar no evento deste ano

11 Out2018Da redação18h40

A empresa de mensuração de dados Ebit/Nielsen prevê que a edição da Black Friday de 2018 terá um faturamento 15% maior do que em 2017. O montante total, de acordo com a empresa, pode chegar a R$ 2,43 bilhões. O levantamento mostra que 88,6% dos consumidores pretendem comprar na próxima Black Friday, tendo a internet como o principal canal de vendas do dia.

Os produtos mais desejados são eletrônicos, eletrodomésticos, smartphones, informática, moda e acessório (como joias e semijoias), cosméticos e perfumaria, casa e decoração, livros, brinquedos e games e esporte e lazer. A maioria dos consumidores pretende comprar para uso próprio (69%). Apenas 26% dos consumidores pretendem comprar algo para a família e 20% para dar de presente.

O período é marcado por grandes promoções não só no dia, como também nas semanas anteriores e, muitas vezes, subsequentes à Black Friday. De acordo com a pesquisa, 13% dos consumidores buscarão produtos uma semana antes, entre os dias 16 e 22 de novembro; 46% comprarão somente no dia 23; e 22% preferem esperar para comprar entre os dias 24 e 30. Os fatores determinantes para a escolha são principalmente confiança na marca (39%), seguido de menor prazo de entrega (28%).

Antes, a Black Friday no Brasil era um evento marcado por fraudes e desconfianças de consumidores. As marcas aumentavam os preços semanas antes e ofereciam descontos com base no aumento artificial, fato que fez com que várias empresas fossem denunciadas. Essa prática ainda acontece, mas com menor frequência.

De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 25 de julho e 14 de agosto, apenas 35% pretendem não comprar na data por falta de confiança. Em 2017, o percentual era de 38%, revelando que o público está mais confiante com a data.

De acordo com dados apresentados por Gabriela Comazetto, diretora de negócios do Facebook Brasil, no evento Seller Day, cerca de 80% dos brasileiros pretendem comprar na Black Friday deste ano. O ponto principal para investir, segundo a executiva, é em estratégias para dispositivos móveis, já que 89% dos brasileiros com internet assistem a vídeos pelo celular e 85% disseram que enviaram alguma mensagem de texto para empresas na última edição.

Veja Também