Campo Grande •23 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner SEGOV - Campanha Obras

Da redação | Quinta, 12 de Janeiro de 2017 - 19h00Após corte na taxa básica, bancos começam a reduzir juros para os clientesBradesco e Banco do Brasil já anunciaram recuos; Santander, Itaú e Caixa sinalizaram queda

(Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Um dia depois da redução da taxa básica de juros (Selic), de 13,75% ao ano para 13% ao ano, anunciada pelo Banco Central na última quarta-feira (11), os bancos brasileiros começam a diminuir os juros cobrados dos clientes.

Até esta quinta-feira (12), ao menos duas grandes instituições financeiras já tinham recuado nas taxas praticadas e outras três ainda fazem reuniões internas para definir o tamanho do corte.

Bradesco - O banco diminuiu as taxas tanto para pessoas físicas como jurídicas e valem a partir da próxima segunda-feira (16). De acordo com a instituição financeira, os cartões de crédito para pessoas física e jurídica terão redução das taxas de juros do rotativo em 6 pontos base ao mês.

Para os clientes pessoa física, a taxa mínima do crédito pessoal recuou de 2,84% para 2,78% ao mês, enquanto a máxima foi de 7,78% para 7,72% ao mês. No caso do CDC Veículos, a taxa mínima diminuiu de 1,65% para 1,50% ao mês e a máxima, de 3,66% para 2,99% ao mês. Por fim, o cheque especial, modalidade que tem uma das maiores taxas de juros do País, teve a taxa máxima diminuída de 13,55% para 13,49% ao mês.

Para as empresas, o Capital de Giro para Micro e Pequenas Empresas teve sua taxa mínima diminuída de 2,10% para 2,04% ao mês e a máxima, de 4,27% para 4,19% ao mês. No caso do CDC Veículos, os juros mínimos caíram a 1,59% (eram 1,65% antes) e os máximos, a 2,99% ao mês (eram de 3,62% ao mês). A taxa mínima da Conta Garantida, limite pré-aprovado na conta para pessoa jurídica, passou de 4,24% para 3,98%.

Banco do Brasil - O banco também mexeu nas taxas de juros de linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas a partir de abril. Para os clientes pessoa física, o rotativo do cartão de crédito teve uma redução de 4 pontos percentuais. No cheque especial, a redução foi de 0,09 ponto percentual ao mês.

No caso das empresas, a redução média foi de 0,25 ponto percentual ao mês, incluindo as linhas de desconto de Cheques, antecipação de crédito ao jojista e desconto de títulos. No caso de pessoas jurídicas, as novas condições valem a partir da próxima segunda-feira (16).

O presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, disse que a redução dos juros contribui para a retomada da confiança, o que é determinante para deslanchar os projetos de infraestrutura e ajudar o Brasil a crescer nos próximos anos.

Santander - O banco espanhol ainda não anunciou as novas taxas de juros, mas o presidente da instituição, Sérgio Rial, sinalizou que haverá corte em breve: “O Santander acredita que deve assumir, juntamente com outras instituições financeiras, um papel protagonista na recuperação da atividade econômica. Para isso, é necessário reposicionar as taxas de juros frente à nova realidade inflacionária, que seguramente permitirá que o Banco Central conduza o Brasil rumo a juros de um dígito".

Itaú e Caixa - A Caixa Econômica Federal e o Itaú ainda não definiram cortes nas taxas de juros, mas já fizeram reuniões internas e devem anunciar reduções ainda nesta semana.

Veja Também
Sábado, 22 de Julho de 2017 - 17h05Aumento de tributos não terá impacto importante na inflação, dizem consultorias Avaliação é de consultorias e de especialistas
Preço da gasolina já dispara nos postos de combustíveis
Contas externas têm o melhor primeiro semestre em dez anos
Temer diz que compreende reação contrária ao aumento de tributos
Decreto reforça obrigações para empresas receberem incentivos fiscais
Sexta, 21 de Julho de 2017 - 11h20Governo mantém previsão de 0,5% para o PIB Previsão do mercado é de que o crescimento fique em 0,34%. Em 2016, o PIB teve queda de 3,6%
Concorrência derruba preço da gasolina a R$ 2,97
Arrecadação esperada é de R$ 10 bilhões
Confiança da indústria sobe 1,2 ponto, segundo prévia de julho da FGV
Intenção de consumo cai em julho, mas é maior que em 2016
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento