Menu
9 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Veículos
6 Fev 2020 10h02

Avatar inspira carro do futuro

 

Inspirado no filme Avatar do cineasta James Cameron, a Mercedes Benz apresentou nos Estados Unidos o Vision AVTR, misturando os mais modernos conceitos de tecnologia automotiva e a fantasia das telas do cinema.

O conceito básico é de um carro de luxo sustentável. Tal qual o filme, em que os nativos de Pandora, os Na’vi, faziam uma espécie de simbiose com seus dragões para voar, a Mercedes-Benz promete o mesmo tipo de conexão entre homem e máquina no Vision AVTR. 

O interior promete uma conexão direta com o condutor, quando o carro não está em modo autônomo, e pode ser conduzido por uma espécie de joystick no console central. Essa peça responde a respiração e aos batimentos cardíacos do condutor, imitando o movimento da respiração e com os bancos vibrando conforme a frequência cardíaca.

As rodas convencionais foram substituídas por esferas que permitem ao conceito se movimentar lateralmente, como um caranguejo.

Sem botões físicos ou sensíveis ao toque, o controle do painel é feito por comandos que surgem na palma da mão direita ao levantá-la espalmada no ar dentro do veículo. Com isso, basta movimentar a mão para a esquerda ou para a direita para surgir o próximo tópico. 

A sustentabilidade prometida vem na forma dos materiais utilizados na produção do carro. Os assentos são de uma fibra de uma palmeira da Indonésia. 
O revestimento dos bancos é feito de garrafas plásticas recicladas. 
O formato dos bancos dianteiros remete às redes em que personagens do filme Avatar dormem no alto das árvores.
Elétrico, o Vision AVTR não usa baterias convencionais de íons de lítio. Mas sim as baseadas em grafeno, que ainda passa por estudos para evoluir. 
Outra vantagem das baterias orgânicas, como são chamadas, é que elas terão capacidade de recarga ultra rápida: entre 5 e10 minutos para 100% da carga. O Vision AVTR tem autonomia estimada de 700 km com uma bateria de 110 kWh.

Só falta mesmo ele sair voando como os dragões da AVATAR.

Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200

Leia Também

Mais de Paulo Cruz