Menu
20 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Fitness
2 Nov 2019 07h11
Square Patricia Donida

Tudo sobre a Maratona de Nova York

Então, aproveitando que esta semana o mundo da corrida terá todos os olhos voltados para ela e “euzinha” estarei por lá, participando desta grande festa, vou contar aqui algumas características e curiosidades desta prova incrível!

Realizada sempre no primeiro domingo de novembro, a edição número 1 da Maratona de Nova York, foi em 1970, idealizada por um grupo de corrida nova-iorquino, tinha os 42.195km no entorno do Central Park e contou com a presença de 127 participantes (sendo 126 homens e 1 mulher). Apenas 55 competidores terminaram a prova e os 10 primeiros colocados foram premiados com um relógio de corrida.

A prova foi crescendo e em 1976, para celebrar os 200 anos da Independência dos EUA, o percurso foi alterado saindo da limitação do Central Park e atravessando todos os 5 bairros da cidade. O sucesso desta alteração foi tanto que, o que era ser apenas no dia da comemoração, passou a ser o oficial.

Em 1981 a corrida passou a ser transmitida ao vivo pela rede de televisão ABC para todos os Estados Unidos.

A partir daí a dimensão do evento só aumentou e 30 anos depois já tinha se transformado na maior maratona do mundo, em número de corredores.

Ela percorre os 5 bairros da cidade.

Começa em Staten Island, pouco antes da Ponte Verrazano-Narrows, que leva até o Brooklyn e está fechada para veículos, ficando coberta por uma multidão (muito vista nas fotos tradicionais do evento). Ao descerem da ponte, entram no Brooklyn, onde correm por cerca de 18km. Na metade da prova passam pela Pulaski Bridge, entrando no Queens e, após cerca de 4km, cruzam o East River e chegam em Manhattan. Entrando em Manhattan, cruzam a Primeira Avenida para o norte, passam pelo Bronx e retornam a Manhattan pela Madison Avenue Bridge, dirigindo-se ao sul, cruzando o Harlem. A partir daí, ficam nos arredores do Central Park até o percurso ser finalizado dentro dele, em frente a Tavern on The Green.

Como a maioria das provas de grande porte, a largada é em sistema de “currais”. Primeiro largam as mulheres da elite feminina, depois a elite masculina e por fim, os amadores, também separados por ritmo de corrida (os mais rápidos largam primeiro).

Os tempos dos participantes são marcados através de chips amarrados aos tênis que calculam o tempo desde o momento em que o atleta cruza a largada até a linha de chegada. Todos os que completam a prova recebem uma medalha de participação.

Conforme falei no post anterior, assim como as outras Marathons Majors, para participar dela é preciso alguma destas formas de conseguir o direito a inscrição: sorteio, índice, agência de turismo ou doação. E assim como sua dimensão no número de participantes, o valor da inscrição também está entre os maiores (cerca de US$ 300,00).

A organização da prova é impecável! Vejam alguns números:

- Cerca de 100 pessoas trabalham fulltime o ano todo em função dela.

- 6 mil voluntários participam do apoio nas ruas, no dia da prova.

- 2500 credenciais de imprensa são distribuídas.

- Na linha de largada, a organização providencia 1450 banheiros portáteis, fornece 30 mil barrinhas de proteína, 90 mil garrafinhas de água e 40 mil copos de café aos atletas antes da largada.

- Durante o percurso, voluntários distribuem 62.370 galões de água, 32.040 galões de Gatorade em 2.250.000 copos de papel.

- 80 fotógrafos profissionais tiram 450.000 fotos dos corredores.

- São 41 estações de apoio médico localizadas a cada quilômetro do percurso, e são equipadas com cinco toneladas de gelo, 13.475 bandagens de esparadrapo e 390 tubos de vaselina.

Mas o que mais impressiona mesmo é a energia da prova! São mais de 50.000 participantes, de quase 150 nacionalidades. O público que assiste a prova se  emociona pela sua alegria e solidariedade. Os nova-iorquinos se espremem nas calçadas com os braços erguidos, oferecendo frutas, barra de cereal, bolo caseiro ou o que mais eles pensarem que é bom para dar energia aos atletas! Muitos deles, passam a prova toda gritando e entoando palavras de incentivo aos corredores! Ou seja, uma enorme festa, que simboliza a melhor convivência possível entre o esporte amador e o profissional! É a máxima expressão do esporte, da colaboração cidadã e do espírito solidário!

Atualmente a organizadora do evento é a NYRR (New York Road Runners). A prova  acontece no dia 3 de novembro próximo, a partir das 8h (horário de Brasilia), e você poderá acompanhar online pelo seu celular no aplicativo TCS NYC Marathon.

Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200
Comentários
Izabella Mercante em 6 Nov 2019

A prova é tudo isso é mais um pouco, né Patrícia...

Leia Também

Mais de Patrícia Donida