Menu
30 de março de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Saúde
14 Fev 2020 08h02

Prótese de glúteo: segurança e resultado natural

 

“A prótese de glúteo fica artificial, doutor?”. Essa é uma pergunta muito comum entre as pacientes que pensam em aumentar o tamanho e modelar o bumbum. Isso porque essa cirurgia já foi muito depreciada por apresentar resultados artificiais.

Por isso, decidi abordar o assunto aqui. Na verdade, isso é um mito e a técnica usada já mudou bastante! Antigamente, os implantes eram colocados sobre os músculos e ficavam visíveis, mas hoje são colocados dentro do músculo glúteo o que garante uma aparência totalmente natural. O músculo glúteo é bem espesso e conseguimos fazer uma loja para prótese dentro dele!

Quais materiais são recomendados para aumento glúteo ?

As próteses de silicone são seguras e devem ser de gel coesivo, lisas ou texturizadas. Outros materiais podem provocar rejeição do organismo. O uso de silicone injetável é proibido por lei, isso porque, essa substância causa reações de rejeição e processos inflamatórios graves. Outro material injetável que também não indicamos é o PMMA. Muitas pacientes sofrem com infeções e inflamações crônicas dessa substância.

Mas e o tamanho da prótese?

O cirurgião deve analisar formato e o tamanho do bumbum, além de orientar a paciente sobre o volume que ficará melhor do ponto de vista estético. Levamos em consideração a anatomia de cada paciente.

Pós-operatório do implante de silicone no bumbum

A paciente deve ficar internada por 24 horas e permanecer de barriga para baixo nas primeiras 48 horas. Somente duas semanas depois será possível sentar. É fundamental que as orientações sejam seguidas. Além disso, é necessário usar uma cinta modeladora durante 60 dias.

Por fim, outra dúvida comum que gostaria de esclarecer: após a cirurgia dos glúteos, a pessoa não poderá mais tomar injeção ou vacina no bumbum. A agulha não vai estourar a prótese, mas pode causar microcortes e comprometê-la.

Gostou do tema? Envie suas dúvidas para que possamos estar sempre conectados e discutindo aquilo que mais provoque curiosidade. No nosso canal você é peça fundamental!

 

Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200

Leia Também

Mais de Fernando H. Novaes