Menu
1 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Gastronomia
20 Mai 2020 16h05
Foto: Caue Lima / Celeiro Studio

Sumonomo - linda, refrescante e deliciosa

 

Olá pessoal! Sejam bem-vindos ao meu Diário de Influência, uma plataforma regional, 100% digital do Mato Grosso do Sul, pela TV MS Record.

O artigo de hoje é sobre essa saladinha japa tão queridinha por nós brasileiros. Agridoce, avinagrada e de ótimo aspecto, o sunomono conquista cada vez mais espaço entre as entradas prediletas do sul-mato-grossense.

Tendo o pepino japonês como ingrediente principal, o sunomono é riquíssimo em potássio e contribui para rejuvenescimento do rosto.

Basicamente o sunumono é uma saladinha de pepino japonês com vinagre de arroz e um toque de sementes de gergelim. Porém, há quem prefira dar um toque mais sofisticado, adicionando à receita carne de caranguejo e wakame, garantindo fonte de proteína, cálcio e iodo.

Nota: Consumir o sunomono fresquinha. Em temperatura de geladeira é o ideal, pois assim não se acentua o sabor avinagrado do vinagre de arroz.

E aí, vamos à receitinha?  Antes, irei postar aqui para vocês como a fonte da Wikipédia define essa saladinha linda, querida e deliciosa.

Sunomono, que significa literalmente "coisas avinagradas", é um prato típico da culinária japonesa, geralmente servido em pequenas porções. Sunomono é considerado uma salada, sendo um complemento para um prato principal e tem como ingredientes: vegetais, peixes e/ou frutos do mar, que podem ser crus ou levemente cozidos (para preservar as cores e texturas naturais), misturados com molho à base de vinagre de arroz.

Algumas receitas mais completas de Sunomono incluem algas Wakame, kani-kama (kamaboko de caranguejo) e até Harussame, um macarrão fininho e transparente feito à base de feijão moyashi, mas os ingredientes básicos são pepino, vinagre de arroz, sal, açúcar e gergelim.

Preparando o Sunomono:

Com uns 3 pepinos japonês você já garante uma boa quantidade de sunomono (pelo menos para 4 pessoas). Vai precisar de um laminador para deixar as fatias de pepino com tamanho padrão (o laminador encontra facilmente nos supermercados ou loja de utensílios domésticos).

Lave bem os pepinos e lamine-os (cuidado para não se cortar). Coloque-os numa tigela e polvilhe sal refinado para hidratar o pepino.

Nota: Não é necessário descascar o pepino japonês, pois diferentemente do nosso nacional, a casca não é amarga.

Enquanto as fatias de pepino hidratam, vamos fazer o nosso molho que tem como base o vinagre de arroz, açúcar refinado e sal refinado.

Para esta quantidade de pepino, 400ml de molho será suficiente e iremos precisar de:

· 250 ml de vinagre de arroz.

· 250 g de açúcar refinado

· 25 g de sal refinado

Modo de preparo:

Junte todos os ingredientes e mexa até dissolver o açúcar, aproximadamente 5 minutos e reserve na geladeira.

Após o preparo do molho, retire o sal do pepino. Lave bem para retirar todo o sal que usamos para amolecer (hidratar o pepino). Coloque-os numa tigela bem bonita (de preferência transparente) ou uma colorida bem bonita. Regue com o molho e finalize sua saladinha sunomono com gergelim preto e branco ou como preferir.

Você pode cortar uns cubinhos de KANI (carne de caranguejo), dar um toque com algas (wakame). Que tal usar flores comestíveis? O prato é seu e a criatividade é livre, então use e abuse de tudo que você tiver acesso para deixar sua saladinha ainda mais colorida e repleta de nutrientes.


Viu como é fácil preparar uma saladinha sunomono?

Agora é com vocês, espero que aceitem esse desafio, façam em casa, tirem uma foto bem bonita, postem nas redes sociais e marquem o meu @ig: @edurejala @chefedurejala.

Bom apetite!

A Gastronomia aproxima as pessoas. Onde tem comida, tem alegria e também relacionamento

Chef Edu Rejala 

Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200
Comentários
Dayse Mendes em 22 Mai 2020

HUmmmmmm! bom demais!

Dedê Cesco em 20 Mai 2020

Amo, super refrescante.

Leia Também

Mais de Edu Rejala