Menu
5 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Gastronomia
3 Dez 2019 16h12
Square Edu Rejala - Make Burguers

Guavira - fruto do Pantanal e símbolo do Mato Grosso do Sul

Também conhecida como guariroba, gabiroba, garirova, essa é uma frutinha do nosso Cerrado que é parecida com uma goiabinha e para alguns tem o sabor semelhante ao de jabuticaba. 

Na culinária, a guavira é matéria-prima para o preparo de diversas receitas tais como: sucos, geleias, bolo, doces, sorvetes e também para a fabricação de licor e vinho. Verde no começo e amarelinha quando amadurece, a guavira é riquíssima em vitamina C (aproximadamente 20 vezes mais que a laranja), fonte de vitamina A e minerais. 

Outra maneira bem popular nos bares da cidade de Bonito é encontrarmos essa maravilha  infusionada à cachaça local. Eu mesmo provei e posso afirmar que o sabor surpreende. Porém, vou logo avisando: não se deixe enganar pelo sabor suave e doce pois continua sendo cachaça ..Rsrsr. 

A casca da guavira é amarga, porém o pesquisador, Seu Almiro Kelm, e a realizadora do Festival Gastronômico Cata Guavira, Letícia Krause, aperfeiçoaram uma técnica e a partir de cascas e sementes produzem especiaria de guavira, de aroma parecido com noz-moscada. Com um perfume ímpar, tem inspirado muitos Chefs de Cozinha. Eu, inclusive, já preparei dois ceviches com a  especiaria: o Ceviche Formoso (de pacu com especiaria de guavira para a edição do Cata Guavira de 2018) e o Ceviche Amazônia Cerrado (de pirarucu e pintado com especiaria de guavira para a edição deste ano do Festival Gastronômico Cata Guavira)

“Adeus Bete, eu vou partir. Catar guavira para a vida melhorar. Com dinheiro desta venda vou comprar uma fazenda que tem muitos guavirais”  -  Almiro Kelm (pesquisador e apaixonado por guavira).

Uma lei de 2017 transformou a guavira em símbolo do Mato Grosso do Sul. A homenagem foi feita porque a fruta é abundante e apreciada no Estado. Também conhecida como gabiroba, a guavira tem como nome científico Campomonesia adamantium. É isso mesmo, o nome oficial  da guavira é adamantium, o mesmo metal de que é feito o esqueleto praticamente indestrutível do personagem dos quadrinhos Wolverine. Isso se deve ao fato de ser conhecida como fruta da resistência, característica marcante também no mutante dos X-Men.

*Fonte:www.saberhortfrut.com.br

Sua colheita acontece nos meses de novembro e dezembro. Então, se está com água na boca, já tem um delicioso motivo para ir ao encontro da natureza em Bonito, curtir nossos rios e se embrenhar nos guavirais do nosso Cerrado.

"A guavira é a minha quinta essência" - Letícia Krause (realizadora do festival gastronômico Cata Guavira,  Bonito/MS)

Na semana passada, durante a  6º edição do Festival Cata Guavira, estivemos no sítio do Ybira Pe, da dona Soninha, e visistamos o seu guaviral. Eu, o Chef Guga Rocha e a influencer Bela, catamos guavira. Veja no vídeo! 

Bom Apetite!

“A Gastronomia aproxima as pessoas. Onde tem comida, tem alegria e também relacionamento”. – Chef Edu Rejala.

  • Foto: Edilson Giacon
  • Foto: Edilson Giacon
Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200
Comentários
Marise Lima em 3 Dez 2019

Amo essas reportagens Edu, parabéns vc é especial. Parabéns

Leia Também

Mais de Edu Rejala