Menu
16 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Oportunidades

IBGE abre seleção com 52 vagas em MS

Vagas para funções de nível médio estão distribuídas em 18 municípios com salário de até R$ 3,1 mil

30 Set2019Da redação13h00

O IBGE vai realizar seleção com 52 vagas em Mato Grosso do Sul para compor a equipe do Censo 2020. São 25 vagas para Coordenador Censitário Subárea (CCS) e 27 vagas para Agente Censitário Operacional (ACO), distribuídas em 18 municípios no Estado. No Brasil, são 2.343 vagas para Coordenador Censitário e 1.315 vagas para Agente Censitário Operacional, distribuídas pelas 27 unidades da federação.

Ambas funções exigem nível médio completo. As inscrições estarão abertas até 15 de outubro de 2019 e serão feitas pela internet, nesse link. As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em 18 municípios.

As remunerações mensais previstas são de R$ 3.100,00 para Coordenador Censitário e de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Operacional. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, Transporte e Pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

Ambas funções exigem nível médio completo. Além disso, os candidatos a Coordenador Censitário Subárea (CCS) devem ter Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B.

Outros requisitos a serem atendidos, assim como a documentação necessária para a contratação dos aprovados, estão estabelecidos no edital, que deve ser lido atentamente pelos candidatos.

De acordo com a legislação em vigor e as normas do edital, as pessoas com deficiência (PcD) terão direito ao mínimo de 5% das vagas e as pessoas pretas ou pardas (PPP), a 20%.

As 25 vagas para Coordenador Censitário Subárea estão distribuídas por 18 municípios do Estado. Já as 27 vagas para Agente Censitário Operacional são para Campo Grande. 

Os coordenadores atuarão nas cidades de Amambaí, Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Três Lagoas.

A jornada de trabalho de ambas as funções será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. O período máximo da contratação é de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei nº 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 (trinta) dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

O cronograma completo do processo seletivo está no edital e deve ser lido atentamente pelos candidatos.

As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas nos 18 municípios onde são oferecidas vagas para Coordenador Censitário Subárea. Para ambas as funções, as provas terão 60 questões objetivas, divididas em dois módulos, de conhecimentos básicos e específicos.

O módulo básico tem três disciplinas: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Ética no Serviço Público. Já o módulo de Conhecimentos Específicos tem a disciplina de Noções de Administração e Situações Gerenciais, para a função CCS, e as disciplinas de Noções de Informática e Noções de Administração para a função ACO. 

Veja Também