Menu
23 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Oportunidades

Fibria abre 210 vagas em MS para qualificação profissional na área Florestal

Em parceria com Senai, serão abertas 136 vagas no curso de Operadores e 74 para mecânicos

14 Out2016Da redação13h21

A Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, busca atuar de forma responsável para fomentar o desenvolvimento contínuo das comunidades vizinhas às suas atividades. Com o Projeto Horizonte 2, construção de uma segunda linha de produção de celulose na unidade da empresa em Três Lagoas (MS), a Fibria reafirma esse compromisso e inicia o segundo módulo do Programa de Qualificação Profissional para a área Florestal, oferecendo 210 vagas em Brasilândia (MS) para os cursos de Operadores e Mecânicos de Máquinas Florestais.
 
Em parceria com o Senai, serão abertas 136 vagas no curso de Operadores e 74 para Mecânicos.  Os interessados em participar do processo seletivo devem comparecer ao Anfiteatro da Prefeitura de Brasilândia, localizada à rua Elviro Mancine, número 530, Centro, até o dia 27 de outubro.
 
“Umas das contribuições mais significativas do Projeto Horizonte 2 é o desenvolvimento econômico das comunidades onde a companhia atua, fomentado pela geração de emprego, renda e qualificação profissional. Estamos capacitando futuros profissionais para o mercado de trabalho e isto é um legado social”, afirma o gerente de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Fibria, Arnaldo Milan.
 
As vagas são destinadas para área Florestal, visando atender a demanda do Projeto Horizonte 2. “Aumentaremos significativamente o nosso volume de operações na área florestal para atender o projeto de expansão da Fibria no Mato Grosso do Sul, e isso envolve mobilização e qualificação de mais pessoas. Estamos focados para que, no início das operações da nova linha de celulose, previsto para o último trimestre de 2017, a base florestal esteja adequada e equilibrada para sustentar os trabalhos”, afirma o gerente geral Florestal da Fibria no Mato Grosso do Sul, Tomás Balistiero.
 
Os profissionais selecionados firmarão um contrato de Qualificação Profissional durante todo o período em que estiverem estudando. Serão oferecidos benefícios como bolsa-auxílio no valor de R$1.100, assistência médica, seguro de vida, transporte para as atividades práticas na Fibria e almoço. A programação dos cursos, que são totalmente gratuitos, prevê formação teórica e prática de 412 horas para Operadores e de 424 horas para Mecânicos de Máquinas Florestais. Os benefícios são os mesmos para os três municípios que integram o Programa de Qualificação.
 
Requisitos - Para se candidatar às vagas de Mecânico de Máquinas Florestais é necessário ter Ensino Médio Completo, ser maior de 18 anos, desejável ter curso técnico em Mecânica, Elétrica ou Automação. Obrigatória a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria C (apresentação do documento será antes do início do treinamento), disponibilidade para a participação integral das aulas do curso e residir no município de Brasilândia.
 
Para o curso de Operador de Máquinas Florestais é necessário no mínimo o Ensino Fundamental Completo (desejável o Ensino Médio Completo), ser maior de 18 anos, desejável também a Carteira Nacional de Habilitação (CNH – categoria B). Disponibilidade para a participação integral das aulas do curso e também residir no município de Brasilândia.

Veja Também

Prefeitura convoca merendeiros aprovados em processo seletivo
Vaga de estágio para acadêmico de psicologia
Vagas para assistente financeiro e auxiliar administrativo
Prefeitura abre 48 vagas para cuidador de saúde mental
Governo do MS coloca à venda 38 veículos e cinco sucatas
MPE divulga locais e horários das provas da seleção de estagiários
IFMS divulga locais de matrícula para cursos de graduação
Correios reabre inscrições para programa Jovem Aprendiz
Prefeitura abre seleção para facilitador social
Sanesul publica resultado de inscrições e avaliação curricular de processo seletivo