Menu
23 de março de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega banner segov dengue
Oportunidades

Concurso oferece salário de R$ 9,8 mil

Candidatos com graduação de nível superior em qualquer área do conhecimento podem disputar as vagas para auditor fiscal

15 Mar2019Da redação13h00

A prefeitura de Campo Grande publicou nesta sexta-feira (15), no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), o edital 01/2019, para abertura das inscrições do Concurso Público de Provas e Títulos para provimento do cargo de Auditor Fiscal da Receita Municipal do quadro de pessoal do Poder Executivo. Serão 10 vagas, com salário de R$ 9.833,53 para jornada de 40 horas semanais.

Para concorrer a uma das vagas, que garante reserva para pessoa com deficiência (PcD), negros e índios, é exigida a Graduação de Nível Superior, em qualquer área de  conhecimento.

O concurso público terá validade de dois anos, prorrogável por igual período no interesse do Município de Campo Grande.

O Concurso Público será realizado de acordo com as seguintes fases:

1ª. Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

2ª. Prova de Títulos, de caráter classificatório;

3ª. Investigação Social, de caráter eliminatório;

4ª. Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório.

As inscrições para o Concurso Público estarão abertas, exclusivamente, no período de 15/03/2019 até às 15 horas do dia 15/04/2019 (horário de Mato Grosso do Sul).

O candidato para se inscrever no Concurso deverá efetuar o pagamento da taxa de R$ 180,00 (cento e oitenta reais), conforme condições estabelecidas neste Edital.

A inscrição será feita somente pela Internet, no site https://www.pucpr.br/processo-seletivo-concursos/prefeitura-de-campo-grande-ms-edital-no-01-2019/ Ambiente do Candidato, onde estão disponibilizados para impressão, o boleto bancário, o Edital e seus anexos, que contêm toda a regulamentação do Concurso.

Os candidatos poderão requerer a isenção da taxa de inscrição, no período de 15/03/2019 até o dia 15/04/2019, exclusivamente pela internet, por meio do endereço eletrônico https://www.pucpr.br/processo-seletivo-concursos/prefeitura-de-campo-grande-ms-edital-no-01-2019/, mediante o preenchimento do formulário de solicitação de isenção. Deverá imprimir, assinar e digitalizar para envio pelo Ambiente do Candidato, juntamente com os documentos comprobatórios.

Em conformidade com a Lei Complementar Municipal nº 190, de 22 de dezembro de 2011, e a Lei nº 5.635, de 8 de dezembro de 2015 alterada pela Lei Municipal n. 5.964, de 19 de janeiro de 2018 e Lei Municipal n. 5.962, de 15 de janeiro de 2018, poderá solicitar isenção da taxa de inscrição o candidato que:

está desempregado;
está em situação de carência econômica;
comprovar ser doador de sangue com histórico de, no mínimo, três doações no período de um ano, devendo a última doação ter sido realizada no prazo de até doze meses, contados da data da divulgação do presente edital, mediante a apresentação de certidão fornecida pelo Centro de Hemoterapia e Hematologia ou por entidade credenciada junto a Hemorrede do Estado do candidato.
comprovar ser doador de medula óssea mediante apresentação de certidão de cadastramento datada dos últimos 90 (noventa) dias que antecederem a publicação do presente Edital e fornecida pelo Centro de Hemoterapia e Hematologia ou por entidade credenciada junto a Hemorrede do Estado do candidato.
comprovar ser doador ou receptor de rim, e residente no município de Campo Grande – MS, mediante a apresentação de atestado médico.
A Prova Objetiva será realizada no dia 23/06/2019, das 8h às 13h. Os locais de prova serão publicados em edital específico. O certame será realizado pela PUC do Paraná.

Para o secretário municipal de Gestão, Agenor Mattiello, além de democratizar o acesso da população ao serviço público, o concurso assegura uma economia financeira para os cofres públicos.IMG_1764

Mattiello explica que, para cada profissional contratado por meio de processo seletivo, a prefeitura precisa recolher 22% para o INSS (Instituto Nacional de Previdência Social) e, no caso do concursado, além do recolhimento ir direto para a previdência do Município, o percentual pago é 50% inferior, ou seja, 11%, que vai para o Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande (IMPCG).

“O concurso público é uma oportunidade para todos aqueles que se preparam e estudam, na busca de ingressarem no serviço público e, principalmente, garante expressiva economia para a prefeitura, já que dos 22% recolhidos para um profissional contratado por processo seletivo, para o INSS, nós recolhemos 11% para o concursado, que vai direto para o IMPCG, ou seja, é uma dupla economia”.

O titular da Seges lembra que o último concurso público realizado para o cargo de auditor fiscal aconteceu em 1999, sendo que grande parte do efetivo está próxima da aposentadoria.

De acordo com o edital, a convocação do candidato ocorrerá na medida da necessidade e conveniência do Município.

Veja Também