Menu
13 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Cultura

Sesc Cultura terá oficina sobre animação infantil

Oficina é voltada a artistas, realizadores, produtores cinematográficos, estudantes, pesquisadores e docentes

4 Dez2019Da redação13h00

Nos dias 10 e 11 de dezembro, terça e quarta-feira, das 19h às 21 horas, o Sesc Cultura, em Campo Grande, realiza a oficina Diálogos: cinema de animação para infância e cinema de poesia, com o pesquisador e produtor premiado internacionalmente, Joel Pizzini (RJ); o escritor e roteirista Ricardo Pieretti Câmara (MS) e a diretora de filmes infantis Patricia Alves Dias (RJ). Para se inscrever, é preciso ter cartão Sesc Válido, que pode ser feito na própria unidade mediante investimento de R$ 15,00 ou gratuitamente para comerciários e dependentes. As vagas são limitadas.

A oficina é voltada a artistas, realizadores, produtores cinematográficos, estudantes, pesquisadores e docentes nas áreas de cinema, artes e infância e será ministrada na Sala de Música. É um convite à reflexão sobre a criação de projetos e obras de cinema e séries de animação para criança a partir do Cinema de Poesia. “Propomos dialogar sobre o cinema animado, enquanto linguagem, como locus germinal para a reinvenção da realidade mas também como lugar político de produção para infância”, diz a gerente do Sesc Cultura, Andréia Simone.

Durante a oficina, haverá diálogos a partir dos processos de criação e desenvolvimento de projetos e filmes para crianças, desde o surgimento da ideia, passando, pela formatação do argumento, roteiro, story board, criação de personagem, direção de arte, a partir da experiência realizada no case O Menino que engoliu o sol, serie inédita realizada para EBC, narrada por Ney Matogrosso. Além do ministrante, também participam destes diálogos Patrícia Alves Dias e Ricardo Pierreti Câmara, criadores e produtores da série O Menino que Engoliu o Sol, da Polofilme e EBC/Ancine.

Sobre Joel Pizzini – Pesquisador, professor e autor de filmes-ensaios, premiados internacionalmente como "Caramujo-Flor (1988), Enigma de Um Dia (1996), Glauces (2001) e Dormente (2006). Conquistou com os longa 500 Almas (2004) e Anabazys (2009), além da seleção oficial no Festival de Veneza, os prémios de MelhorFilme em Mar Del Plata, e Brasília. Pesquisador de novas linguagens, participou da Bienal de São Paulo, Mercosul com videoinstações e direção de performances. Diretor de Elogio da Graça (Melhor curta no Grande Premio do Cinema Brasileiro) e Mr.Sganzerla, vencedor do Festival É Tudo Verdade (2010) e HBRFF- LosAngeles. Dirigiu o filmensaio Olho Nú (sobre Ney Matogrosso), co-produzido pelo Canal Brasil premiado como melhor filme do Festival In-Edit. Produtor artístico da série O Menino que Engoliu o Sol (2019/2020), produzido pela EBC e POLOFILME.

Já Ricardo Pieretti Câmara é doutor em Humanidades pela Universidade Autónoma de Barcelona, autor do livro Os Contadores de Causos e a Poética dos Pantanais, dos documentários O Estado Do Índio (2000) e Causos, Uma Poética Pantaneira (2007) e do livro infantil O Menino Que Engoliu o Sol (2009). Co-roteirista da série de animação para crianças O Menino que engoliu o Sol (2019/2020), uma adaptação livre do livro homónimo, de sua autoria, do universo onírico de Manoel de Barros e do mundo pictórico de Martha Barros.

Patrícia Alves Dias é criadora, pesquisadora e realizadora de cinema infantil. Tem especialização em cinema de animação pelo National Film Board of Canada - NFBC (1985/1988). Foi artista visitante nos estúdios de animação J. Trnka em Barrandov, República Tcheca (1995). É mestre em educação com especialização em infância, juventude e cultura contemporânea (2014). Pelo conjunto de sua obra, recebeu os títulos de AMIGA DO CINEMA INFANTIL no FICI e AMIGA DA CRIANÇA na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Seus projetos de filmes são premiados do Japan Prize, Prix Jeunesse America Latina, OETI Unicef e Unesco Mejores Prácticas de Media. É diretora, co-produtora e co-roteirista da série O Menino que Engoliu o Sol (2019/2010).

Serviço – O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Informações pelo telefone 3311-4300. O funcionamento é de terça-feira a sábado das 13h às 21h30 e da Central de relacionamento: 13h às 17h30 e das 19h às 21h30. A Biblioteca atende das 13h às 21h30 e a Galeria de Arte fica aberta das 13h às 21h30. Acompanhe a programação no site sesc.ms  .
 

Veja Também

Concurso de Contos Ulysses Serra premia ganhadores
Projeto que atende crianças carentes apresenta espetáculo de balé
Regulamento dos desfiles das escolas de samba de Corumbá é aprovado
Escola pública de MS encerra ano letivo com noite de autógrafos
14 de julho terá apresentações culturais neste domingo
Dança no Museu reúne mais de dez companhias em espetáculo gratuito
Sesc Cultura terá Circo Le Chapeau, espetáculo de dança e mostra de filmes
Professor da UFGD lança livro sobre aplicação da Lei de Drogas do Brasil
Orquestra Corumbaense de Viola Caipira se apresenta no Sesc da Capital
Escrito em 1971, livro de Ulysses Serra enaltece a 14 de Julho