Menu
20 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Cultura

Sesc Cultura recebe workshop sobre movimento corporal 'Run like a girl'

Inscrição é gratuita, a idade mínima exigida é de 17 anos, limitada a 20 vagas

16 Mai2019Da redação15h57

De 28 a 30 de maio, o Sesc Cultura, em Campo Grande, sedia workshop sobre o movimento e expressão corporal "Run like a girl", ministrado pela coreógrafa americana Wendy Jehlen, da Anikaya Dance Theater, junto com Luciane Ramos-Silva, que é artista da dança, antropóloga e mediadora cultural, doutora em Artes da Cena e mestre em antropologia pela Unicamp. A ação é uma parceria entre o Sesc MS e o consultado dos Estados Unidos de São Paulo.

A inscrição é gratuita, a idade mínima exigida é de 17 anos, limitada a 20 vagas e deve ser feita na unidade até o dia 25 de maio, sábado. Não é necessário cartão Sesc para fazer a inscrição.

Sobre o programa – Por meio do movimento e da expressão corporal, Run Like a Girl (“Corra como uma garota”) faz uma observação de palavras e frases enraizadas culturalmente que afetam a autoestima das garotas, criando uma falsa imagem de fraqueza atribuída a meninas e mulheres. Tais expressões também são prejudiciais aos homens e aos meninos que são ensinados a esconder e suprimir suas emoções e tendências naturais de empatia, criando um sistema que limita o potencial humano.

Wendy Jehlen – A carreira de Wendy Jehlen está marcada por conexões internacionais, pesquisas e colaborações criativas que atravessam idiomas, culturas, mídias e gêneros. Seu trabalho questiona os limites que imaginamos existir entre as pessoas e suas culturas e procura derrubar essas barreiras imaginadas por meio de uma prática corporificada de empatia radical. Esta prática levou-a ao redor do mundo para realizar workshops, colaborações e performances. Sua abordagem única à coreografia incorpora elementos de Bharata Natyam, Odissi, Capoeira, Kalaripayattu, dança da África Ocidental, Butoh e uma ampla variedade de formas de movimentos contemporâneos. Sua coreografia, que traz a emoção como forma poderosa, foi criada e executada nos EUA, Canadá, Itália, Índia, Japão, Brasil, Benin, Burkina Faso, Mali e Turquia. Entre suas obras temos a Conferência dos pássaros (2018), um trabalho de teatro físico multimídia com um elenco composto por artistas da dança de oito países; Delicateness in Times of Brutality (2017), um dueto com o artista de Butoh e poeta surdo Dakei, Entangling (2015); um dueto com o coreógrafo o burkinabe Lacina Coulibaly inspirado no entrelaçamento quântico; The Deep (2015), um trabalho para 25 bailarinos criados em São Paulo, Brasil, entre outros.

Serviço – O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Informações pelo telefone 3311-4300. Acompanhe a programação no site sesc.ms.

Veja Também

Artista plástica lança exposição com memórias da infância na Capital
Cultura de MS por Idara Duncan
Cantor Diogo Nogueira é atração na 20ª edição da Feijoada do FAC
Arraial de Santo Antônio terá astros nacionais
Advogado de MS lança livro com dicas para prova da OAB
Concurso escolherá o hino oficial da UFMS
Inscrições abertas para quadrilhas juninas do Arraial de Santo Antônio
Artista plástica lança livro infantil amanhã
Começa hoje 1º Festival de cenas curtas
Sesc Morada dos Baís tem samba, rock e MPB nesta semana