Menu
17 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Cultura

Sesc Cultura recebe workshop sobre movimento corporal 'Run like a girl'

Inscrição é gratuita, a idade mínima exigida é de 17 anos, limitada a 20 vagas

16 Mai2019Da redação15h57

De 28 a 30 de maio, o Sesc Cultura, em Campo Grande, sedia workshop sobre o movimento e expressão corporal "Run like a girl", ministrado pela coreógrafa americana Wendy Jehlen, da Anikaya Dance Theater, junto com Luciane Ramos-Silva, que é artista da dança, antropóloga e mediadora cultural, doutora em Artes da Cena e mestre em antropologia pela Unicamp. A ação é uma parceria entre o Sesc MS e o consultado dos Estados Unidos de São Paulo.

A inscrição é gratuita, a idade mínima exigida é de 17 anos, limitada a 20 vagas e deve ser feita na unidade até o dia 25 de maio, sábado. Não é necessário cartão Sesc para fazer a inscrição.

Sobre o programa – Por meio do movimento e da expressão corporal, Run Like a Girl (“Corra como uma garota”) faz uma observação de palavras e frases enraizadas culturalmente que afetam a autoestima das garotas, criando uma falsa imagem de fraqueza atribuída a meninas e mulheres. Tais expressões também são prejudiciais aos homens e aos meninos que são ensinados a esconder e suprimir suas emoções e tendências naturais de empatia, criando um sistema que limita o potencial humano.

Wendy Jehlen – A carreira de Wendy Jehlen está marcada por conexões internacionais, pesquisas e colaborações criativas que atravessam idiomas, culturas, mídias e gêneros. Seu trabalho questiona os limites que imaginamos existir entre as pessoas e suas culturas e procura derrubar essas barreiras imaginadas por meio de uma prática corporificada de empatia radical. Esta prática levou-a ao redor do mundo para realizar workshops, colaborações e performances. Sua abordagem única à coreografia incorpora elementos de Bharata Natyam, Odissi, Capoeira, Kalaripayattu, dança da África Ocidental, Butoh e uma ampla variedade de formas de movimentos contemporâneos. Sua coreografia, que traz a emoção como forma poderosa, foi criada e executada nos EUA, Canadá, Itália, Índia, Japão, Brasil, Benin, Burkina Faso, Mali e Turquia. Entre suas obras temos a Conferência dos pássaros (2018), um trabalho de teatro físico multimídia com um elenco composto por artistas da dança de oito países; Delicateness in Times of Brutality (2017), um dueto com o artista de Butoh e poeta surdo Dakei, Entangling (2015); um dueto com o coreógrafo o burkinabe Lacina Coulibaly inspirado no entrelaçamento quântico; The Deep (2015), um trabalho para 25 bailarinos criados em São Paulo, Brasil, entre outros.

Serviço – O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Informações pelo telefone 3311-4300. Acompanhe a programação no site sesc.ms.

Veja Também