Campo Grande •30 de Abril de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Mariel Coelho, especial para o Diário Digital | Quarta, 8 de Fevereiro de 2017 - 14h00Samba da Catedráticos homenageia cultura paraguaiaFantasias e alegorias destacarão cultura e comidas típicas dos paraguaios

  
Carnavalesco Paulo Mathias diz que neste ano Catedráticos tem esperança de pegar ao menos o segundo lugar (Foto: Marco Miatelo)
  • Carnavalesco Paulo Mathias diz que neste ano Catedráticos tem esperança de pegar ao menos o segundo lugar
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Com muita predaria e fantasias caprichadas a escola de samba “Os Catedráticos do Samba”, localizada no bairro Silvia Regina, desfilará no Carnaval de Campo Grande deste ano com o tema ‘A colônia paraguaia’. A escola passará pela Avenida Alfredo Scaff, perto da praça do Papa, na noite de 28 de fevereiro, sendo a terceira a desfilar.

A escolha do samba-enredo levou em conta a força cultural da colônia em Campo Grande e sua influência local.  As fantasias e alegorias destacarão o modo de vida, comidas típicas dos paraguaios. A escola guarda ainda uma grande surpresa. Uma conhecida artista do Paraguai poderá ser apresentar no desfile, mas tal participação ainda está sendo negociada.

 “Poderemos ter essa apresentação surpresa para aqueles que forem assistir ao desfile” diz o carnavalesco Paulo Mathias. A Catedráticos vai à avenida com 600 integrantes,  em quatro alas, e quatro carros alegóricos. Integrantes da Colônia também participarão do desfile.

No ano passado, a escola teve alguns problemas na hora em que entrou na avenida. Fogos de artifício que seriam usados para saudar a Catedráticos atingiram parte da plateia, feriando algumas pessoas que estavam no local para assistir ao desfile.

O incidente foi superado, e conforme o carnavalesco Paulo Mathias neste ano, a Catedráticos do Samba está cheia de esperança de levar ao menos o segundo lugar. Em 2016, a escola obteve a terceira colocação com uma homenagem aos policiais civis.

Paulo é professor de matemática e física e entrou na escola como dançarino em 2006. Depois foi convidado para se tornar o carnavalesco, função que ocupa até hoje. “Muitos me perguntam, o que um professor de matemática tem a ver com carnaval, e eu respondo que é porque eu gosto muito”, brinca Paulo.

Desfiles - Os desfiles serão realizados nos dias 27 e 28, na Avenida Alfredo Scaff, perto da Praça do Papa, no Bairro Santo Antônio. Na primeira noite, desfilarão a escola mirim Herdeiros do Samba, que traz o enredo “Sou sertanejo, sou sambista, venham me ver nesta pista”; Unidos do Aero Rancho (Troféu para o Tema); Unidos do São Francisco (Índios Pantaneiros, a História dos Guerreiros Sul-Mato-Grossenses); Cinderela Tradição do José Abrão (No céu, na terra, no mar, mistérios que ninguém soube explicar! De onde viemos, para onde vamos? Cinderela na passarela a imaginar); Unidos do Cruzeiro (Mama África, o Brasil tem seu sangue).

Na noite de 28 de fevereiro é a vez da Vila Carvalho (Salve Jorge, o Guerreiro da Vila);  Igrejinha (100 anos do Poeta Manoel de Barros); Catedráticos do Samba (A Colônia Paraguaia) e Deixa Falar (Tem cheiro de Camalote, tem gosto de Tarumã).  

Veja Também
Cine Sesc exibe
Vitoriosa ao recriar capa de disco, Mocreia ficará frente a frente com a Xuxa
Fundação de Cultura emite carteira do artesão em Anastácio na Semana dos Povos Indígenas
Exposição mostra impactos do lixo na natureza
Quarta, 26 de Abril de 2017 - 09h23Uems recebe Semana Estadual dos Povos Indígenas Dias 28 e 29 de abril, os eventos serão realizados em Anastácio
Terça, 25 de Abril de 2017 - 09h22Segunda edição do ano do CineCafé no MIS exibe 8½, de Federico Fellini Exibição acontece às 19h de graça e os participantes podem trazer uma xícara para tomarem chá ou café
Terça, 25 de Abril de 2017 - 07h35Mostra no Museu do Amanhã, no Rio, tem inovações de 40 artistas brasileiros Mostra pode ser vista até 22 de outubro, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro
Segunda, 24 de Abril de 2017 - 12h35Segunda edição do ano do CineCafé no MIS exibe 8½, de Federico Fellini Exibição acontece às 19h de graça e os participantes podem trazer uma xícara para tomarem chá ou café
Teatro de rua e oficina de jogos teatrais gratuitos acontecem na Capital
Domingo, 23 de Abril de 2017 - 14h35Festival internacional leva pesquisadores para bares em maio Proposta é que seja mais dinâmico e que tenha mais discussões
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento