Menu
13 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Projeto Arte do Meu Bairro vai ao Dom Antônio neste sábado

Ação é composta de 24 eventos musicais, a serem realizados até março de 2020

13 Set2019Da redação14h52

O projeto mais musical de Campo Grande, o “Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante”, passa por um dos bairros mais populosos da Capital, o Dom Antônio Barbosa, neste sábado (14), a partir das 16h, na Rua Lúcia dos Santos, esquina com a Rua Mitsuio Arantani.

Com atrações que vão do bailão até o sertanejo universitário, o público poderá dançar muito nesta edição com os shows da dupla Rodrigo & Thayane e Los Latinos.loslatinos

O “Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante” é realizado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), por meio de convênio do Ministério da Cidadania, do Governo Federal.

Os próximos bairros a receberem o Arte no Meu Bairro em setembro são o Jardim Itamaracá e o Estrela D’álva.

“Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante” recebe credenciamento de artistas até 2020

O credenciamento de músicos, bandas e duplas locais para a participação no projeto continua até março de 2020 e os interessados devem entregar o envelope com a documentação necessária todas as primeiras terças-feiras de cada mês.

Para outubro, a data prevista é dia 1º de outubro, às 14h. A entrega deve ser feita na DICOM, situada na Avenida Afonso Pena, 3.297, Paço Municipal, Térreo. A documentação exigida pode ser conferida no endereço eletrônico http://www.campogrande.ms.gov.br/sectur/downloads/edital-arte-no-meu-bairro-3/.

O “Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante” credencia 58 artistas locais, nas modalidades “show de abertura” e “show principal”, por intermédio da reabertura da Chamada Pública n. 001/2018. O cachê disponível para músicos locais é de R$ 2 mil, e para músicos de renome regional, R$ 4 mil.

Artistas, grupos e bandas de sertanejo, bailero, samba, pagode, bossa nova, MPB, blues, jazz, hip hop, rap, forró, rock e pop rock, música regional, funk, gospel e reggae, podem se inscrever.

O projeto é composto de 24 eventos musicais, a serem realizados entre agosto de 2019 e março de 2020, nas seis regiões de Campo Grande e nos Distritos Indubrasil, Anhanduí e Rochedinho, sendo que a programação contará com três músicos por evento: dois músicos locais de cada região e distrito do Município, e um artista com renome regional.

Aos músicos e artistas que tenham dúvidas a respeito da documentação necessária, a Sectur – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo disponibiliza-se a auxiliar. A sede está localizada na Rua Usi Tomi, 567, Carandá Bosque.

Veja Também

Orquestra que usa instrumentos feitos com materiais recicláveis abre festival
Arquiteta realiza oficina de xilogravura no MARCO
Final de semana musical é no happy hour do Sesc Morada dos Baís
Grupo Fulano di Tal estreia o espetáculo 'Do Bem-Amado'
Arquiteta promove experiência sensorial em exposição
Museu de Arte Contemporânea abre seleção para Exposições Temporárias
Livro retrata os 150 anos depois da Guerra do Paraguai
Tradicional Mostra de Cinema Argentino acontece nesta semana
UFGD sedia exposição sobre povos indígenas
'Deixa Falar' lança samba-enredo neste domingo