Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Cultura

Professor da Reme lança livro sobre cultura popular da Capital

Obra tem o enfoque contribuir com a preservação e difusão cultural

4 Set2017Da redação19h47

Ibirocai. Este será o nome do livro que será lançado amanhã (05), às 19h, no Centro de Formação da Secretaria Municipal de Educação – Semed, criado pelo professor Leonardo Vieira, da Escola Municipal Prof. Adair de Oliveira, que propõe um passeio pelas ruas e avenidas da Capital, desvendando informações que se instauraram durante o tempo.

O livro tem o enfoque contribuir com a preservação e difusão cultural em conjunto com a figura do professor, principalmente ao professor de arte, que almeja levar um pouco de Campo Grande à sala de aula.

De forma lúdica o livro propõe entregar uma linguagem lúdica. Os contos dialogam com o imaginário da cidade e trazem histórias que permeiam a vida do Campo-grandensse.  A obra foi elaborada com o intuito de valorizar a própria cultura de Campo Grande.

A temática do livro rodeia a cultura dos povos que vieram como os índios, paraguaios, japoneses, árabes mineiros, português e outros. São contados histórias, mitos, causos ou lendas, amorosas e mirabolantes.

No evento também irá ter participação de uma orquestra, contação de historias e de exposição de taiko, um tipo de apresentação de dança japonesa com tambores. Também, na oportunidade do evento, serão sorteados aos visitantes livros.

Também será sorteado para o público presente um quadro de uma obra de arte exclusiva. O público estará concorrendo a posters com a temática do livro.

Exemplares do livro Ibirocai foram distribuídos por todas as Escolas da Rede Municipal de Educação – REME. O livro esta em sua primeira edição e foram confeccionados ao todo seis mil livros.

Ibirocai - Ibirocai vem da língua guarani e significa “águas que rolam”; das águas que pela expressão popular “não movem mais moinhos”, mas abrem caminhos para novos tempos; de outrora, hoje e amanhã; da vida que anseia mudança; da herança, cultura e tradição; da modernidade e da evolução.

O livro teve incentivo do FMIC – Fundo Municipal de Investimento Cultural, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – SEMIC.

Veja Também

Inscrições para 2° Festival de Graffiti da UFGD estão abertas
Cine Sesc exibe documentários e comédia brasileira
Semana do Cinema Brasileiro exibe filmes gratuitos no MIS
Deborah Colker apresenta ‘Cão Sem Plumas’
Livros são premiados na 15° edição do Prêmio Sesc de Literatura
Artista plástico cria obra para homenagear cultura de MS
MIS e parceiros promovem atividades alusivas à Semana do Meio Ambiente
Festival da Canção de Corumbá recebe inscrições
UFGD divulga oficinas de arte para o mês de junho
Turismo e Gastronomia Senac Turismo e Gastronomia sedia palestra sobre a economia no século XXI Evento acontece nesta terça-feira, 05 de junho