Menu
24 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Dança

Oficina de Forró na Capital recebe professor de Brasília

Wesley de Andrade ensinará o forró pé de serra e o estilo Roots

1 Fev2019Da redação20h00

Por amor a dança, mais especificamente ao forró, Michele Lima largou sua carreira como Bióloga e se dedica há quatro anos a disseminação da dança de salão em Campo Grande. Professora na Escola de dança Harmonia, ela organiza na próxima semana, dia 07, 08 e 09, a segunda edição Oficina de Forró com o professor Wesley de Andrade, da Academia Lá na Dança e UNB, em Brasília.

“Ele vai compartilhar os conhecimentos do forró pé de serra e o Roots, estilo que começou em eventos de forró em Itaúnas (ES), e que retoma as raízes do verdadeiro forró pé de serra. Esse estilo tem como principal característica a dança com um abraço mais fechado, com conexão corporal mais presente, onde movimentações de pernas são mais evidentes”, explica a organizadora do evento.

Sobre o forró - Ritmo originalmente nordestino, o forró tem se espalhado por diversas regiões reunindo muitas pessoas onde a harmonia dos instrumentos como o triângulo, zabumba e sanfona é um convite a dançar. “São três os estilos de forró mais conhecidos: forró pé de serra, forró universitário e forró eletrônico. Destes, o pé de serra tem sido o mais praticado na nossa região, com o xote e o baião de Gonzaga e Dominguinhos”, afirma a Michele.

Democrático, o forró tem se fortalecido também fora do Brasil com a presença de professores brasileiros em países como Japão, Portugal, Estados Unidos, Canadá e Rússia.

Michele conta que, assim como outros estilos, o forró evoluiu muito. “Dançar somente o tal do "dois pra lá, dois pra cá", pode até parecer simples. Mas dançar em harmonia com o outro, em conexão, dançar com a música, é muito além disso. Interpretar a música com seu corpo é incrível. Transmitir a mensagem que a música nos traz é mais incrível ainda”.

E é graças a este amor à dança que a profissional não cansa de viajar para buscar mais conhecimento sobre o forró e sempre se preocupa em promover aqui eventos como este. “O principal objetivo é divulgar ao máximo o forró em Campo Grande, trazendo novos conhecimentos e novas possibilidades para que as pessoas possam conhecer e desfrutar da riqueza que o ritmo possui. Independente se já fez aula ou não, este evento é aberto para todos”, finaliza.

Serviço - A Oficina de Forró acontecerá na Escola de Dança de Salão Harmonia, R. Bahia, 963, nos dias 7, 8 e 9 de fevereiro e terá turmas diferentes de iniciantes e intermediários. A programação também integra dois bailes para praticar a dança, que será o tradicional Forró de Quinta, no dia 7 a partir das 21h30, e o “Baile da Oficina de Forró”, que será dia 9, a partir das 21h. Os valores da oficina é R$ 80,00 individual e R$130,00 o par. Já a participação no Forró de Quinta é R$ 8,00 e o Baile da Oficina de Forró é R$15,00 antecipado e R$20,00 na hora. Mais informações no telefone (67)98406-9842.

Veja Também

Sesc Cultura tem dramaturgia, clube de leitura e sessão de cinema
Pátio Central é endereço da arte e cultura
Sesc Cultura tem arte e cineminha para crianças de graça
Turnê do bailarino Thiago Soares fará seleção de dançarinos na Capital
Sesc Cultura realiza oficina de palhaçaria só para mulheres
Festival do Sobá tem atrações até domingo
Sesc Cultura abre inscrições para os cursos de arte
Artesãs 'ceramizam' a história da Capital
Companhia de dança leva oficinas e espetáculos a escolas públicas
Delinha se apresenta no Sesc Morada dos Baís