Menu
23 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Cultura

Grupo Teatro Invertido faz curta temporada em Campo Grande

Além das apresentações, o grupo mineiro ministra o workshop gratuito “Ator Invertido”

27 Set2016Da redação11h03

Depois de passar por Curitiba, São Paulo, Florianópolis, Caxias do Sul, Itajaí, Santos e Manizales (Colômbia), “OS ANCESTRAIS”, montagem do Grupo Teatro Invertido, chega pela primeira vez à Campo Grande. O espetáculo, que tem texto e direção da premiada dramaturga Grace Passô, será apresentado nos dias 29 e 30 de setembro, quinta e sexta-feira, às 20 horas, no Armazém Cultural (Av. Calógeras, 3065 – Centro) e contará com audiodescrição, recurso voltado para a inclusão de pessoas com deficiência visual. A entrada é gratuita.

Selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016, Os Ancestrais circulou também nesta temporada por Brasília (DF), no mês de agosto. Além das apresentações, o grupo mineiro ministra o workshop gratuito “Ator Invertido.”

Os Ancestrais parte de uma situação fantástica para abordar temas como as contradições dos relacionamentos familiares e a noção de propriedade da terra no Brasil. “Sob a perspectiva da afetividade, o espetáculo trata de pessoas de uma mesma família que se transformam ao se defrontarem com uma situação limite; sob a perspectiva social, reflete o fato de que no Brasil ainda não há uma política justa no que diz respeito à propriedade da terra, o fato de que a noção desse direito é resultado da história de um país colonizado, invadido e, consequentemente, desigual”, afirma a diretora Grace Passô, um dos grandes nomes da dramaturgia contemporânea nacional.
 
A montagem, que estreou em 2013, chega com nova cara a Campo Grande. “Entendemos um espetáculo como uma obra aberta, sem nenhuma camisa de força. Três anos após sua estreia, e depois de uma circulação por várias cidades do país e passagem pela Colômbia, Os Ancestrais está amadurecido por esse processo constante de construção”, avalia Kelly Crifer, integrante do Grupo Teatro Invertido.
 
AUDIODESCRIÇÃO - As apresentações do espetáculo contarão com audiodescrição, recurso que busca ampliar o acesso pessoas com deficiência visual a produtos culturais e informativos. A narração extra, oferecida a esse público, é feita ao vivo acompanhando a dinâmica e os improvisos de cada encenação, sendo adicionada aos intervalos entre os diálogos, sonoplastias e trilhas relevantes, de modo a não  sobrepor as informações sonoras que são fundamentais para construção do sentido da cena. “Por meio da audiodescrição, são apresentados detalhes visuais como figurinos, indicação de tempo e espaço, características físicas dos personagens, dentre outros, permitindo que os espectadores com cegueira ou baixa visão possam ter acesso a importantes informações para a compreensão da obra”, explica a pesquisadora da audiodescrição e doutora em linguística Flávia Mayer, que integra o SVOA, grupo de pesquisadores que atua profissionalmente na área de audiodescrição responsável pela narração de Os Ancestrais.
 
>> WORKSHOP “ATOR INVERTIDO”
Nos dias 29 e 30 de setembro, quinta e sexta-feira, das 9 às 13 horas, no Centro Cultural José Octávio Guizzo (Rua 26 de Agosto, nº 453, Centro), o Grupo Teatro Invertido oferece o workshop gratuito “Ator Invertido”. A oficina pretende estimular práticas de criação e experimentação sobre o corpo em movimento e sua relação com a gravidade – exploração dos desenhos do corpo no espaço e tempo (direções, planos, oposições, quedas e rolamentos) –, por meio de estudos práticos do corpo em deslocamento, estrutura em demolição, corpo cheio e vazio. Partindo de seu impulso criativo, os participantes serão provocados a refletir sobre procedimentos de composição da cena. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 25 de setembro. Os interessados devem enviar uma carta de interesse e currículo resumido para contato@teatroinvertido.com.br.
 
Este projeto foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016 e conta com patrocínio da Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e realização do Governo Federal e do Ministério da Cultura.
 
SOBRE | GRUPO TEATRO INVERTIDO
Fundado no ano de 2004, o Grupo Teatro Invertido é hoje um dos coletivos teatrais mais atuantes da capital mineira. Seu repertório inclui sete espetáculos – Nossa Pequena Mahagonny (2003), Lugar Cativo (2004), Medeiazonamorta (2006), Proibido Retornar (2009), Estado de Coma (2010), Os Ancestrais (2013) e Noturno (2015) – que, além de marcarem presença em festivais de teatro pelo país, já passaram por mais de 40 cidades de 12 estados brasileiros, além de Berlim, na Alemanha, e Manizales, na Colômbia. O grupo é idealizador do Teatro InCurso, projeto que proporciona instrumentalização artística e gerencial para grupos teatrais de municípios do interior de Minas Gerais.
 
INFORMAÇÕES
                              
OS ANCESTRAIS | SINOPSE
“Os Ancestrais” parte de uma situação fantástica para abordar temas como os laços familiares e a noção de propriedade da terra no Brasil. Através do microcosmo do lar desfeito, da casa que ruiu, expandimos nosso olhar para a construção da identidade brasileira, de um país que traz em sua gênese a invasão, o desterro e a desigualdade.

Veja Também

Samba de raiz, ritmos caribenhos, rock e blues
Abertas as inscrições para 9º Festival Internacional de Teatro
Semana do Cinema Brasileiro no MIS
Inscrições para 2° Festival de Graffiti da UFGD estão abertas
Cine Sesc exibe documentários e comédia brasileira
Semana do Cinema Brasileiro exibe filmes gratuitos no MIS
Deborah Colker apresenta ‘Cão Sem Plumas’
Livros são premiados na 15° edição do Prêmio Sesc de Literatura
Artista plástico cria obra para homenagear cultura de MS
MIS e parceiros promovem atividades alusivas à Semana do Meio Ambiente