Menu
17 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Expo MS
Cultura

Filme A Pele Morta terá cena gravadas em Dourados e Ponta Porã

Prefeitura de Dourados sinalizou apoio dentro do possível para a logística do roadmovie no município

11 Ago2018Da redação18h19

A prefeita Délia Razuk recebeu a diretora de produção do filme “A Pele Morta”, Marcela da Costa e conheceu o projeto que terá cenas gravadas em Dourados e região. O roteiro do roadmovie foi premiado pela Ancine (Agência Nacional do Cinema) e o município foi selecionado para as gravações pela equipe responsável no intuito de retratar as fronteiras do país e a multinacionalidade.

A diretora de produção representou a equipe na visita à Prefeitura e apresentou o longa que terá uma base no município. A prefeita Délia Razuk sinalizou apoio dentro do possível para a logística do roadmovie no município.

Além de Dourados, “A Pele Morta”, terá gravações em Ponta Porã, no Paraguai e nas proximidades da Bolívia.

“Vamos ter cenas no centro de Dourados, bairros e na aldeia indígena. O projeto teve início em 2013, foi premiado e foram feitas longas pesquisas e visitas aqui na região. O projeto foi aprovado pela Ancine em 2015 e as produções por aqui têm início em agosto e setembro”, disse a diretora.

Marcela Costa falou do acolhimento que a equipe tem obtido no município e da importância dessa sensibilidade de apoio a ações culturais. Ela ressaltou que propostas com tal grandiosidade destacam também o local de produção.

“Fui super bem recebida pela prefeita. Foi uma satisfação apresentar a ela o roadmovie e agora contamos com apoio para montar nossa base de produção. É essencial esse reconhecimento e apoio do município, pois com um projeto tão grandioso estamos também divulgando a cidade e esse acolhimento é muito importante para que tudo seja realizado de uma forma plena”, disse.

A equipe “A Pele Morta” realizará uma seleção de elenco às 16 horas deste sábado (11), no Centro de Convenções. Conforme a diretora, podem participar atores e não atores e serão selecionados 30 pessoas para participarem do longa.

O roadmovie tem direção de Denise Moraes e Bruno Torres.

O Filme - ‘A Pele Morta’ é a trajetória de personagens em mutação. Três personagens a bordo de um caminhão de mudanças, do Brasil até a Bolívia, por dentro do Chaco Boreal – as veias abertas do coração da América do Sul: Justo, um caminhoneiro que deixou a Bolívia e não se adaptou ao Brasil; Saulo, um jovem guarani que saiu da sua aldeia para fazer música e se marginaliza na cidade, e Rosário, adolescente que sobrevive do que lhe oferecem as estradas pelo interior do Paraguai. Uma história em que a paisagem natural e humana é tão personagem como os indivíduos que a percorrem…

Veja Também

Sesc Cultura resgata composições de Lídia Baís
Morada dos Baís festeja centenário
UEMS abre inscrições para curso básico de violão em Dourados
Whisky de Segunda faz apresentação gratuita neste domingo no Som da Concha
Cia Dançurbana e Grupo Bailah apresentam espetáculos na Casa de Ensaio
Cine Sesc tem biografia, segunda Matinê Sesc Aldeia Materna e drama francês
Exposição 'Isto não é uma cadeira' é aberta no Marco
Passista da São Clemente vem à Capital
Marco abre 2ª Temporada de Exposições
Encontro reúne 70 sobarias de Campo Grande nesta terça