Menu
15 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner SEGOV - Campanha Hepatite
Carnaval 2018

Festa de família, Cordão Valu se despede do carnaval

Cordão completa 12 anos sempre lotando a Esplanada Ferroviária de foliões

13 Fev2018Mariel Coelho, em especial para o Diário Digital.19h00
Fundadora do cordão, Silvana Valu. (Foto: Marco Miatelo)
  • Foliões de todas as idades compareceram ao último dia de folia do Cordão Valu
  • Fundadora do cordão, Silvana Valu. (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • Casal Messias Ramos e a esposa Jô. (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • Raissa de Melo e as filhas Gaziela e Beatriz com os dois novos membros da família “Sansão e Baby Alive”. (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

No último dia de carnaval de 2018, o cordão Valu reuniu foliões na Esplanada Ferroviária, em Campo Grande, nesta terça-feira, 13 de fevereiro. Por conta da chuva, a folia começou às 17h e deve seguir até às 23h30. A expectativa é de superar o público do sábado passado, dia 10, quando 30 mil pessoas participaram da folia, segundo estimativa da Polícia Militar (PM).

Fundadora do cordão, Silvana Valu conta que, neste ano, as ruas ficaram lotadas desde o primeiro dia. "Temos uma tradição de 12 anos. E as pessoas esperam todos os anos e sentem vontade de trazer os filhos. Este ano, o cordão está mais bem organizado nós temos um posto médico. A Cruz Vermelha também está nos auxiliando. Esperamos que hoje vá ficar tão cheio quando no sábado”, afirma  Silvana.

Muitas famílias levaram os filhos para se divertirem no cordão. Raissa de Melo trouxe as pequenas Gaziela e Beatriz de 5 e 2 anos para participar. “Esse é o segundo ano que trago as meninas para pular o carnaval, e dessa vez elas trouxeram os cachorros escondidos eu nem vi elas pegando”, conta a mãe.

Raissa que diz ainda que os dois cachorrinhos foram deixados no portão de sua casa na manhã de hoje dentro de uma mochila. “Eles foram abandonados na frente da minha casa, ai a gente adotou eles que já ganharam até nome Sansão e Baby Alive”.

Já o casal Messias Ramos e a esposa Jô resolveram vir fantasiados de presidiários. “Esse ano ele não escapa”, diz Jô brincando. O casal comparece todos os anos e sempre fantasiados.

Veja Também

Sesc Cultura resgata composições de Lídia Baís
Morada dos Baís festeja centenário
UEMS abre inscrições para curso básico de violão em Dourados
Filme A Pele Morta terá cena gravadas em Dourados e Ponta Porã
Whisky de Segunda faz apresentação gratuita neste domingo no Som da Concha
Cia Dançurbana e Grupo Bailah apresentam espetáculos na Casa de Ensaio
Cine Sesc tem biografia, segunda Matinê Sesc Aldeia Materna e drama francês
Exposição 'Isto não é uma cadeira' é aberta no Marco
Passista da São Clemente vem à Capital
Marco abre 2ª Temporada de Exposições