Menu
23 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Carnaval 2018

Após adiamento, escolas de samba vivem indefinições

Horário das apresentações e local da apuração das notas ainda são dúvidas

14 Fev2018Valdelice Bonifácio15h29

O desfile das escolas de samba do Grupo Especial de Campo Grande foi remarcado para a noite de sábado, dia 17 de fevereiro, na Avenida Alfredo Scaf, perto da Praça do Papa. A apresentação seria realizada na noite desta terça-feira, 13, mas foi adiada em razão da chuva que não deu trégua. Como o tempo deverá continuar chuvoso, as escolas ainda não definiram o horário exato do início do desfile e o nem o local da apuração das notas.

Conforme a Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande (Lienca), os desfiles serão mesmo realizados no próximo sábado à noite. Contudo, o horário está sendo avaliado. Algumas agremiações defendem que seja às 19h. “Ficou decidido que será realizado no sábado com ou sem chuva. Agora, o horário vamos decidir. Em princípio, era às 20h, mas estamos avaliando antecipar em 1 hora por conta do tempo que poderá estar chuvoso”, explica o presidente da Lienca Eduardo de Souza Neto.

Outra preocupação é o horário de término dos desfiles que deve ocorrer à meia-noite. Contudo, no sábado termina o horário de verão e com isso, os relógios serão atrasados em uma hora. “Esta é outra situação que estamos analisando. Por isso, a antecipação para as 19h é vista como uma boa alternativa”, ressalta o dirigente.  

Na noite de ontem, as escolas estavam de prontidão para desfilar na Alfredo Scaf, mas  tiveram que voltar para os barracões após a confirmação do adiamento. Parte do público vaiou a decisão de adiar o desfile. Agora, as agremiações terão que restaurar muitas alegorias prejudicadas pela chuva forte e novamente se preparar para sábado.

O adiamento não foi unânime, mas por maioria de votos entre os representantes das escolas de samba.

A apuração das notas será realizada no domingo, 18, a partir das 17 horas. Em princípio, o local escolhido era a Praça do Rádio Clube, bem no Centro de Campo Grande, que já é palco da apuração há anos. Contudo, diante da possibilidade de chuva, as escolas avaliarão outras possibilidades. Uma reunião está marcada para a noite desta quinta-feira, 15. Na sexta-feira, a Lienca deve emitir comunicado oficial com a decisão das escolas sobre horário dos desfiles e local de apuração das notas.

Neste ano, cinco escolas desfilarão pelo grupo especial. São elas: São Francisco com o samba enredo Comitiva Pantaneira;  Igrejinha (40 anos de criação do Estado de Mato Grosso do Sul. Em terras pantaneiras, tem samba sim senhor); Deixa Falar (Cio da Terra – Sob as lentes de Roberto Higa, 40 anos de Mato Grosso do Sul); Catedráticos do Samba (Com as mãos e a garra de um povo sonhador, surge um novo Estado. 40 anos de Mato Grosso do Sul – Aquidauana: Começa aqui o Pantanal) e Unidos da Vila Carvalho (Lendas do Mato Grosso do Sul).

Veja Também

Livro homenageia ícones da cultura de MS
‘Campo Grande na Tela’ passa por três instituições de ensino
Livro sobre crítica cultural será lançado nesta terça-feira
Shopping sedia 1ª Semana do Orgulho Nerd
UEMS apresenta espetáculo neste fim de semana na Capital
Grupo Acaba lança novo CD em mostra audiovisual
Universidade Federal promove oficinas de artes gratuitas
UEMS vai ajudar Feira Central a virar Patrimônio da União
“A Universalidade dos Artistas Plásticos Sul-Mato-Grossenses”
Obra de Manoel de Barros presente no Festival da América do Sul