Menu
19 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Fitness
4 Set 2019 13h09
Square Patricia

Vamos falar sobre tênis de corrida?

Qual o melhor tênis? Qual devo comprar?

Está aí a maior dúvida de todos que iniciam e até mesmo dos que já estão há algum tempo dentro do mundo das corridas!

Pessoal, a primeira dica é: NÃO! O mais caro, não significa que é o melhor!

Na verdade, o melhor tênis é aquele que melhor nos adaptamos, claro! Mas vou listar aqui, alguns pontos  que são importantes na hora de escolher e comprar o seu.

Vamos lá:

  1. O amortecimento – NÃO PRECISA ser aquele mega master, super top, cheio de tecnologias! O amortecimento do impacto quem faz, somos NÓS mesmos, quando tocamos o pé no chão. Po isso uma pisada correta dispensa qualquer amortecimento incrível que o tênis possa ter (vou falar mais sobre pisada em outro post, logo logo!).Então não caia nessa de materiais super tecnológicos e caros para amortecimento de impacto.

 

  1. Aprenda o que é drop – O drop de tênis é a diferença de altura entre a ponta e o calcanhar do calçado. Quanto maior o drop, maior o “amortecimento”, porém conforme falei no item anterior, o amortecimento quem faz somos nós, por isso escolha sempre drops menores que 10 mm, pois irão te ajudar a ter uma pisada mais “natural” e correta! Corredores experientes usam tênis de drop entre 4 e 8 mm no máximo! Drops muito altos inclusive, atrapalham a pisada correta durante o exercício.

 

  1. Compre pelo menos um número a mais que seu sapato do dia a dia – durante a corrida, os pés se projetam para frente e se o tênis for muito “certinho”, irá incomodar, causar dores e até a perda das unhas! Você precisa conseguir abrir os dedos, para que seu pé consiga distribuir as forças durante a corrida! Eu, uso 2 números a mais (de 36 para 38).

 

  1. Prefira os de pisada neutra – Você já deve ter ouvido falar sobre pisada supinada (para fora), pronada (para dentro) e neutra. Se não, provavelmente ouvirá quando for a loja e disser que quer tênis para corrida. Mas não entre nessa também! O tênis não deve ter o controle do movimento de seus pés! Estes componentes interferem no movimento natural durante o suporte de cargas. Alterações muito grandes na pisada (se for o caso), devem ser tratadas com fisioterapia e fortalecimento!

 

  1. Deve ser leve! – O peso ideal do tênis varia de 285g a 230g, de acordo com a numeração (maiores pesam mais).

 

  1. Procure o modelo anterior ao lançamento – todas as marcas lançam atualizações dos modelos após alguns meses (ou anos) dele no mercado. São pequenas alterações, as vezes de cores, um material mais novo, nada tão significativo, porém os preços são sempre bem mais “salgados” que o anterior. Então vale sempre a pena, aproveitar as promoções de “queima” dos antigos do estoque!

Feitas estas observações, experimente, ande pela loja, se possível faça um teste (algumas lojas tem esteiras para isso!) e veja qual melhor se adapta ao seu pé!

Ah! Caso vá mudar as características do tênis que usa atualmente, lembre-se que sempre há um período de adaptação, portanto CUIDADO nesta fase! Alterações muito grandes (drop, pisada, peso) podem provocar lesões. Então vá com calma e pare imediatamente se sentir dores na hora do exercício!

E,  em hipótese nenhuma, use um tênis novo em provas sem antes ter testado bastante para saber se ele é bom para você!

Se você tiver mais alguma dúvida ou sugestão sobre esse assunto, comente aqui. Esse espaço também é seu!  Até a próxima!

 

 

 

 

 

Voltar Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

200

Leia Também

Mais de Patrícia Donida