Menu
18 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto

Proposta

16 Abr201807h51PorLaureano Secundo

Vem eleição vai eleição e a cada campanha política a última preocupação de cada candidato é com a apresentação de propostas pois antes de tudo pensa-se na viabilização de alianças e na obtenção dos recursos necessários para bancar os gastos com a estrutura que mobilizar o contingente de cabos eleitorais. Somente depois disso é que se começa a pensar nas propostas para os problemas que atingem a sociedade e mesmo assim os maiores gastos são destinados a contratação de equipes de marqueting  para ter uma propaganda eficiente.

As reuniões promovidas a título de coletar subsídios para elaboração de planos de governo na verdade não passam de encontros para obtenção de “apoio” e montagem estruturas eleitorais que na verdade não passam de uma compra indireta de votos. Pelo menos por enquanto os indicativos são de que teremos mais uma eleição com candidatos com propostas elaboradas por marqueteiros e que terão poucas possibilidades de se tornarem realidade.

De longe

A pesquisa pelo Governo de São Paulo vê o Dória com 29% e 33% de rejeição e até o 4º lugar a repulsa não é inferior a 22%. Para completar ainda vale ressaltar que o indicativo de brancos, nulos e não sabe chega a 39%. Isso significa que o eleitor está contra tudo e contra todos.

Tendência

A pesquisa do Datafolha constata que aquela história de que o Bolsonaro poderia seduzir o eleitor do Lula pode ser um grande mito, o indicativo é de que o voto lulista tende a ir para Ciro e Marina.

Desistência

Pelo menos por enquanto  a principal estratégia de quem tem planos eleitorais é tratar de espalhar boatos sobre a desistência de adversários melhor colocados nas pesquisas. As primeiras vítimas são o Juiz aposentados Odilon de Oliveira.

Meninos eu vi

O ex-governador Pedro Pedrossian fazia as contas para saber se teria condições de conquistar uma vaga para o Senado na disputa eleitoral de 1986 que tinha como companheiro de chapa Lúdio Coelho que concorria ao Governo doestado. Ao ser indagado sobre a possibilidade de vencer a disputa ele afirmou.

- Nem se o Lúdio me emprestar alguns votos vai dar pra ganhar essa.

Frases

“Estou recebendo pressão para concorrer ao Governo do Estado”

Senador Pedro Chaves (PRB)

“O Michel Temer é o presidente mais perseguido da história”

Ministro da Articulação política, Carlos Marum (MDB).