Menu
20 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Poucos candidatos

1 Set201705h35

Os institutos de pesquisas e enquetes com vistas a 2018 com duas dificuldades. O excesso de candidatos às duas vagas no Senado e a falta de nomes para tentar tirar a vaga de Reinaldo Azambuja que tentará a reeleição para permanecer por mais quatro anos no Governo do estado.

Para o senado já estão na disputa, Pedro Chaves, Nelsinho Trad, Waldemir Moka, Zeca do PT, Alcides Bernal, Odilon de Oliveira, Ricardo Ayache dentre outros são citados para corrida pela senatoria. Já para o Governo, apenas o governador Reinaldo Azambuja tem candidatura confirmada, pois nem mesmo o ex-governador André Puccinelli pode ser dado como certo na disputa o mesmo acontecendo com Simone Tebet , ambos do PMDB.

Aproximação

A aproximação Marquinhos Trad e Reinaldo Azambuja é vista como um claro sinal de uma composição de chapa para 2018 tendo Nelsinho Trad como candidato ao senado na chapa em que Reinaldo buscará a reeleição.

Assomasul

A disputa pela Assomasul teve mudança na composição chapa, Eraldo Leite de Jatei, que estava cotado para presidência, pode ficar com tesoureiro e Pedro Caravina de Bataguassu ficaria com a presidência da entidade. A eleição é dia 16.

Indeciso

Pelo menos por enquanto a candidatura de André Puccinelli é pura indefinição sendo que bem ao seu estilo, ele hora dá sinais de que pode entrar na disputa ora aponta que manterá a decisão de permanecer aposentado.

Meninos eu vi

O locutor caipira Carlos Achucarro , conhecido como “Juca Ganso”, pela popularidade que tinha, por diversas vezes foi convidado a concorrer a um cargo eletivo mas sempre recusou. Ao justificar a recusa ele disse certa vez.

- Ia ficar feio eu falar errado no microfone da Câmara.

Frases

“Estou conversando sobre 2018”

Ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB)

“Vamos concluir o pagamento na quinta-feira”

Prefeito de Campo grande. Marquinhos Trad (PMDB)