Menu
15 de novembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

À procura da felicidade!

9 Set201811h01PorClaudia Malfatti

A felicidade depende do que e de quem? Busque a sua essência, acredito esse ser um bom direcionamento para encontrá-la. Por mais óbvio, não custa lembrar: impossível estar bem o tempo todo. A minha proposta aqui é falar da felicidade genuína, aquela que vai ao encontro da paz interior.

Precisamos nos conectar com o que nos realiza no campo profissional e pessoal. Dessa forma fica muito mais fácil administrar os momentos desagradáveis. Enquanto não tiver coragem de deixar para trás o que não faz sentido, ficará patinando na vida e lamentando.

O mais triste disso tudo é se sentir incompleto e nada fazer, acionar o conformismo. Certa vez, durante uma aula, a professora disse: “Todo mundo quer ser feliz, mas alguns buscam a felicidade pisando em pregos”. Frase significativa e verdadeira. Agora a pergunta que não quer calar. Por quê?

Insistir em relações fracassadas, fugir da realidade por meio do consumo de álcool e drogas, trabalhar em ambientes hostis, assumir profissões só pelo dinheiro e não por amor, entre tantas outras coisas. Está na hora de refletir. Essa tarefa é árdua e as mudanças vêm aos poucos, durante o processo de amadurecimento e alterações de crenças.  

A pureza da felicidade está nas relações com conexões de alma. Acredito fielmente nisso. Se seguir esse caminho, tudo será possível enfrentar e vencer. Rodeie-se de verdade no amor, na amizade, no trabalho....busque a sua essência. 

Contato com a colunista: claumalfatti@hotmail.com