Menu
15 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Pecuária

Precoce MS tem 1,6 milhão de animais abatidos desde 2017

Programa tem como foco produção de carne de alto padrão e valorizar sistemas sustentáveis de criação

2 Out2019Da redação09h20

Em pouco mais de dois anos, o programa Precoce MS completou no último mês mais de 1,69 milhão de animais abatidos, com R$ 80 milhões de incentivos pagos,  mais de 2 mil estabelecimentos rurais cadastrados e 17 frigoríficos credenciados. Somente neste ano, até 11 de setembro, foram 636 mil animais e R$ 28,947 milhões.

Com 701 profissionais responsáveis técnicos habilitados, o Precoce MS é um programa governamental de modernização e estímulo que tem como objetivo obter uma carne com o mais alto padrão de qualidade no mercado, além de aumentar a segurança no controle sanitário e valorizar o produtor que adota sistemas sustentáveis de criação.

Estão em processo de cadastro mais 181 estabelecimentos rurais e três frigoríficos. Neste ano, a média do valor de incentivo pago por animal é de R$ 55,70. Para participar do Precoce MS é necessário que o produtor esteja devidamente inscrito no programa, tenha o Cadastro Ambiental Rural (CAR) em dia e credencie o rebanho.

Além de garantir mais qualidade do produto, os padrões exigidos geram trabalho e renda para Mato Grosso do Sul, já que um dos quesitos é que a desossa seja feita no Estado.

Veja Também

Calendário de vacinação contra a febre aftosa está definido
MS 42 anos: agronegócio é identidade econômica e social de Mato Grosso do Sul
Ministra nega conflito entre agropecuária e preservação ambiental
MS lidera integração lavoura-pecuária-floresta
Inscrições gratuitas para evento sobre agropecuária terminam amanhã
Iagro fecha relatório da fiscalização do vazio sanitário da soja
MS produzirá 9,6 milhões de toneladas do soja
MS já comercializou 25% da safra 2019/2020
Evento na Capital trata de agropecuária e bem-estar animal
MS aumenta em 46% volume de exportações de janeiro a agosto