Menu
15 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Pecuária

Peso de bezerros entregues por fazendas de recria cresce 12%

Cálculo leva em consideração os últimos 19 anos

15 Jul2019Da redação18h12

Em 2019, o peso médio do bezerro vendido ao mercado está em 201 kg, ante 180 kg, em média, registrado no início dos anos 2000, quando a séria de dados de bezerro começou a ser divulgada pela Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Uma diferença de 21 kg, ou quase 12%. 

Além de bezerros mais pesados, o Cepea verificou que, ao longo deste ano, a diferença entre os preços mínimo e máximo de comercialização dos animais se ampliou, indo para R$ 400/cabeça, ante a diferença de apenas R$ 60/cabeça.
 
Segundo pesquisadores do Cepea, o mercado tem acompanhado o crescimento na produtividade da pecuária nacional e, com isso, vem pagando mais por animais pesados e/ou valorizando justamente a precocidade. Já os bezerros mais leves acabando sendo “penalizados”, recebendo preços menores.
 

Informações da DBO Rural

Veja Também

Calendário de vacinação contra a febre aftosa está definido
MS 42 anos: agronegócio é identidade econômica e social de Mato Grosso do Sul
Ministra nega conflito entre agropecuária e preservação ambiental
MS lidera integração lavoura-pecuária-floresta
Precoce MS tem 1,6 milhão de animais abatidos desde 2017
Inscrições gratuitas para evento sobre agropecuária terminam amanhã
Iagro fecha relatório da fiscalização do vazio sanitário da soja
MS produzirá 9,6 milhões de toneladas do soja
MS já comercializou 25% da safra 2019/2020
Evento na Capital trata de agropecuária e bem-estar animal