Campo Grande •17 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Da redação | Quinta, 24 de Agosto de 2017 - 21h00Governo lança edital para projetos de pesquisa sobre soja e milhoSeleção pública foi publicada no Diário Oficial do Estado

(Foto: Divulgação)

Aberta nessa quarta-feira (23.8) a “Chamada Fundect nº 05/2017” do Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Milho e Soja (Fundems) para que pesquisadores doutores de Mato Grosso do Sul apresentem projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a agricultura na safra 2017/2018. A seleção pública foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

A Chamada do Fundems foi aberta pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect), órgão vinculado a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), em um trabalho integrado em prol do desenvolvimento do Estado por meio do agronegócio e pesquisa.

As propostas de pesquisadores vinculados às Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), Fundações e Universidades de Mato Grosso do Sul, podem ser cadastradas até 23 de setembro. A divulgação das homologadas sai no dia 6 de outubro, quando se inicia e segue até 16 de outubro, o período de recurso das propostas.

A previsão é de que o resultado das propostas aprovadas seja divulgado no dia 20 de novembro e a decisão sobre os recursos e a lista final em 30 de novembro, de acordo com a chamada da Fundect divulgada no Diário Oficial do Estado.

O valor total do edital a ser dividido entre os projetos é de R$ 3 milhões. Os recursos serão desembolsados em até duas parcelas, para despesas de custeio e capital, ficando as despesas com o capital restrito a no máximo 40% do valor total aportado ao projeto. O montante também será separado conforme a linha temática, sendo R$ 2,2 milhões para validação regional de materiais genéticos e tecnologias de produção de milho e soja e, outros R$ 800 mil para demais temas, como uso de dejetos de suínos, manejo de fertilidade, consórcio de soja e capins e monitoramento do clima.

O projeto deve ser executado em 24 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses desde que haja interesse dos participantes. Detalhes do projeto podem ser conferidos a partir da página 35.

Fundems - O Fundo foi instituído pelo governo do Estado com o objetivo de desenvolver pesquisas e dar suporte tecnológico e de infraestrutura ao setor agrícola. Além de estudos na área, o Fundems tem ainda a finalidade de proporcionar melhorias no processo de produção, armazenamento, comércio e transporte dos grãos e também de propiciar a execução de ações para prevenção e erradicação de doenças que afetam a soja e o milho.

Veja Também
Quarta, 15 de Novembro de 2017 - 09h23Exportações de soja deste ano já superam em 21% todo o volume embarcado em 2016 Resultado supera em 21% todo o volume embarcado em 2016, de 2,9 milhões de toneladas
MS espera colher 8,3 milhões de toneladas
Estado chega a 70% de área plantada de soja para a safra 2017/2018
Novo presidente da Aprosoja, Juliano Schmaedecke, é eleito em Campo Grande
Dourados sedia curso sobre integração lavoura-pecuária-floresta
Calendário de vacinação contra aftosa vai até 30 de novembro
Plantio da soja avança em MS e chega a 60% da área
Sete mil mudas de abacaxi são entregues à agricultura familiar
Encontro Jovens da Agropecuária será no dia 13 em Campo Grande
Campo Grande Expo lança feira de Agronegócio
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento