Menu
15 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Evento na Capital trata de agropecuária e bem-estar animal

Inscrições gratuitas podem ser feitas pela internet até o dia 2 de outubro

22 Set2019Da redação14h50

A Correa da Costa, empresa de eventos rurais com a maior agenda de leilões de corte do Brasil, realiza no dia 04 de outubro, na Estância Orsi, em Campo Grande, a 1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”. O evento contará com três palestrantes: Adriane Zart e Ana Silvia Soubhia, da Personal PEC, e Rodrigo Albuquerque, do portal Notícias do Front, e juntos vão abordar a sustentabilidade no setor e o mercado da agropecuária, com o objetivo de disseminar informação e proporcionar a troca de experiências entre os participantes. 

O manejo Nada nas Mãos é uma técnica desenvolvida pela Personal PEC, e implantada neste ano pela leiloeira Correa da Costa, que busca transformar a forma como se trabalha com o gado. “Baseada no comportamento natural dos bovinos, usamos seus instintos a nosso favor para nos comunicar e conectar com o rebanho por meio de uma linguagem não verbal. Atitude, posicionamento, ângulos e olhar são suficientes para transmitir segurança e respeito, e mover os animais de forma eficiente e com baixo estresse. O sucesso da técnica é tão grande, que queremos compartilhar a experiência com os participantes do evento”, explica a diretora técnica da Personal PEC, Adriane Zart.

Não é a toa que a Correa da Costa foi escolhida para a implantação da técnica Nada nas Mãos. Pioneira no emprego de tecnologias em seu campo de atuação e na implementação de ações que visam o bem-estar animal, a empresa sempre esteve atenta à técnicas que agregam maior qualidade a estadia de animais em seu espaço. 

“Em determinado momento percebemos que poderíamos melhorar o modo como lidávamos com os animais que chegavam, pois, pelo alto volume e o tempo limitado para trabalhar com eles, a eficiência sempre é uma preocupação e uma meta a ser superada. Pesquisamos mais, e vimos que a maneira pela qual o gado é manejado tem consequências na adaptação. Assim conhecemos novos processos internos, e logo percebemos o potencial que essas ações poderiam ter, impactando positivamente a cadeia pecuária como um todo. Agora queremos compartilhar essa experiência com o mercado”, explica Aguiar de Almeida Pereira, sócio-proprietário da empresa.

“A Correa da Costa foi escolhida, porque, além de ser a empresa líder em movimentação de gado em leilão, também é a única do setor que verdadeiramente entende a importância de como os animais são tratados durante a permanência em suas instalações. Acreditamos que a Correa da Costa sempre foi pioneira no mercado de leilões de gado , especialmente em tecnologias que agregam valor ao seu trabalho e seus clientes”, finalizou a diretora técnica da Personal PEC, Adriane Zart.

Rodrigo Albuquerque, editor do Notícias do Front vai trabalhar o tema “Uma visão do para-brisa dos preços da cadeia pecuária. “Teremos uma tarde muito agradável com palestras, troca de experiências e confraternização. Eu vou falar um pouquinho sobre o mercado pecuário, vou fazer uma retrospectiva do retrovisor dos últimos dois anos, e tentar traçar cenários que nos permita diminuir a opacidade desse sempre misterioso futuro dos preços, passando cenários mais prováveis de preços em relação a pecuária de cria e  enfatizaremos a reposição. Falaremos também sobre a minha visão de como se dá o ciclo pecuário, como a inserção desse ciclo ajuda ou atrapalha os preços, e vamos abordar ainda os demais elos da cadeia, como recria e engorda até os frigoríficos, um pouquinho de exportação, enfim, todos os elos da cadeia pecuária para tentarmos diminuir um pouquinho dessa opacidade do futuro”, antecipou o palestrante.

As inscrições para a  1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso” são gratuitas e devem ser feitas pelo site www.correadacosta.com.br, até o dia 02 de outubro. As vagas são limitadas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (67) 3325-7777.

Veja Também

Calendário de vacinação contra a febre aftosa está definido
MS 42 anos: agronegócio é identidade econômica e social de Mato Grosso do Sul
Ministra nega conflito entre agropecuária e preservação ambiental
MS lidera integração lavoura-pecuária-floresta
Precoce MS tem 1,6 milhão de animais abatidos desde 2017
Inscrições gratuitas para evento sobre agropecuária terminam amanhã
Iagro fecha relatório da fiscalização do vazio sanitário da soja
MS produzirá 9,6 milhões de toneladas do soja
MS já comercializou 25% da safra 2019/2020
MS aumenta em 46% volume de exportações de janeiro a agosto