Menu
26 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Censo agropecuário

IBGE conclui levantamento até o dia 28

Mais de 86% dos questionários já foram preenchidos pelos recenciadores

12 Fev2018Laureano Secundo08h05

Até o dia 29 de janeiro de 2018, foram coletados cerca de 60 mil questionários, que representam 86% da estimativa de 65.127 estabelecimentos agropecuários no estado.O superintendente do IBGE em Mato Grosso do Sul, Mário Alexandre de Pinna Frazeto, avalia como positiva a parceria. “Esse apoio do Sistema Famasul norteou o trabalho do IBGE, e superou nossas expectativas. A comunidade recebeu muito bem os nossos recenseadores e já estavam informados sobre a coleta de dados, principalmente na região do Pantanal, que é de difícil acesso. Apesar da chuva, que tem prejudicado um pouco, deveremos terminar esta primeira fase no dia 28 de fevereiro”, explica. Segundo o chefe da unidade a previsão é que os dados sejam divulgados em junho.

Falta pouco para o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística terminar o levantamento do Censo Agropecuário 2017. O Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS é um dos órgãos participantes do Comitê Estadual Gestor do Censo e colabora com esse balanço por intermédio da mobilização dos produtores, com o apoio dos sindicatos rurais. O último Censo Agropecuário foi realizado há cerca de dez anos (2006/07).

“Temos muitos produtores que possuem propriedades em Mato Grosso do Sul e residem em outros estados. Os sindicatos rurais possuem extrema importância nessa mobilização para que os agentes tenham acesso às informações. Do pequeno ao grande produtor, os dados são fundamentais para fomentar até mesmo investimentos, transações e políticas públicas que fortalecem o setor produtivo”, destaca o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, que participa do Comitê.

 

Veja Também

Exportações de carne bovina de MS crescem 5,6%
Programa ABC Cerrado abre vagas para capacitar produtores rurais
MS terá debate sobre energias renováveis na agricultura familiar
Rebanho pode ser dispensado de vacina em 2023
Cultivo de soja convencional tende a crescer em MS
Prazo para adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural é prorrogado
Quebra da safra argentina impulsiona  exportação de farelo de soja de MS
Vacinação contra febre aftosa começa em maio
Em Corumbá, pecuaristas devem vacinar 2 milhões de animais contra aftosa
Drone e ferramentas artesanais fazem sucesso na 3ª edição da Tecnofam