Menu
19 de julho de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super  BANNER TCE - Estudantes no Controle
Agronegócio

Theresa Cristina defende política de fomento

Na próxima semana ministra da Agricultura terá audiência no Congresso nacional

17 Fev2019Da redação15h22

Em Cabaceiras (PB), neste domingo (17), a ministra Tereza Cristina encerra sua viagem ao Nordeste iniciada há quatro dias. A ministra fará visitas técnicas às cooperativas dos Curtidores e Artesões em Couro e dos Caprino e bovinocultores da região. Tereza Cristina durante a viagem a ministra esteve  acompanhada do secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke.

Tereza Cristina vai propor que Mapa concentre programa de fomento à irrigação para alavancar a produção agropecuária A ministra defendeu também que o Congresso Nacional discuta o decreto assinado pelo ex-presidente Michel Temer, em 28 de dezembro do ano passado, que vai acabar com os descontos para produtores rurais no pagamento das contas de energia elétrica. A ministra disse que ouviu queixas do setor produtivo durante toda a sua visita ao Nordeste. Tanto os pequenos produtores quanto os grandes reclamaram de altos custos da energia, nos quatro estados por onde a ministra passou: Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Tereza Cristina disse que foi convidada a debater o assunto na próxima semana com a liderança do governo na Câmara dos Deputados, onde ela soube que já está havendo uma mobilização contra o fim dos descontos na conta de luz. “O decreto vai contra tudo o que estamos discutindo com o setor produtivo”, disse a ministra aos produtores da Paraíba. Ela explicou, no entanto, que os parlamentares terão de tratar da questão diretamente com a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, a quem cabe dar a palavra final sobre o tema.

Na reunião com o setor, Tereza Cristina defendeu também que o Ministério da Agricultura tenha um programa nacional de irrigação para o campo, de forma a tentar melhorar o abastecimento de água para os produtores do Nordeste. Hoje, os programas de irrigação estão vinculados ao Ministério da Infraestrutura. Ela também defendeu o projeto RenovaBio, a política para biocombustíveis que está sendo implementada no Brasil, e disse que vai estudar como fazer a cultura do algodão voltar a crescer novamente no Nordeste.

 

Veja Também