Campo Grande •21 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
ALMS - Gestão para Pessoas

Da redação | Sexta, 8 de Setembro de 2017 - 11h06Açúcar, soja, carnes, minério de ferro e manganês puxam exportações de agosto em MSEntre os municípios exportadores o destaque vai para Três Lagoas

(Foto: Divulgação)

O crescimento nas exportações de açúcar, soja, carnes, minério de ferro e manganês fez com que o desempenho da balança comercial de Mato Grosso do Sul com o setor externo no mês de agosto de 2017 fosse três vezes maior em comparação ao mesmo período do ano passado. É o que revelam os dados da Carta de Conjuntura do Setor Externo divulgada no último dia 5 pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

De acordo com o documento, foi verificado um superávit de US$ 283 milhões no mês de agosto de 2017, bem superior aos US$ 88 milhões verificados em agosto de 2016. Com isso, Mato Grosso do Sul acumula de janeiro a agosto de 2017 um superávit de US$ 1,7 bilhão. Entre os principais responsáveis por esse resultado está o crescimento das exportações dos principais produtos em relação a janeiro a agosto de 2016, como: Soja (alta de 21%), Açúcar (alta de 70,75%) e Abate bovino e preparação de carnes (alta de 13%).

Na avaliação do secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, um dos desempenhos de destaque foi o do setor da mineração, com o minério de ferro registrando alta de 18% e o manganês uma elevação de 101% nas vendas externas. “Embora representem pouco na pauta do comércio exterior, houve uma melhora significativa nas exportações dos produtos de extrativismo mineral. É um movimento importante do mercado que ocorre num momento em que o Governo do Estado implantou a Câmara Setorial da Mineração e discute políticas para o setor”, comenta Jaime Verruck.

Em termos de destino, a China ainda mostra-se como o principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul, com praticamente 40% dos valores exportados. Seguindo a tendência dos últimos meses, registra-se o crescimento da participação da Argentina nas vendas externas do Estado, com 6% do total, mantendo o país sul-americano como o segundo destino das exportações do Estado – tendo a soja e o minério de ferro e manganês como principais produtos.

Entre os municípios exportadores o destaque vai para Três Lagoas – embora a celulose acumule uma queda de 6% em relação a janeiro a agosto de 2016 – seguida por Campo Grande, com o Abate e Preparação de Carnes.

Veja Também
Seminário Estadual de Agrotóxicos discute boas práticas e responsabilidade
Ponta Porã abre plantio de soja
Agricultura Familiar terá o primeiro festival gastronômico
Quinta, 14 de Setembro de 2017 - 11h56Abates de bovinos e frangos recuam no segundo trimestre do ano Mesmo com queda em relação a 2016, abate de bovinos teve aumento de 0,3% em relação ao primeiro trimestre deste ano
Fundação MS e Senai iniciam parceria para ações no setor agropecuário
Governo investe R$ 3 milhões em pesquisas relacionadas à soja e milho
Precoce MS atinge a marca de 100 mil animais abatidos
Produtores entregam mais de 13 mil embalagens de defensivos agrícolas
Feapan abre dia 20 e reúne a força da pecuária pantaneira
'Estrangeiros consideram Sidrolândia modelo de produção', diz presidente da Famasul
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento